Honda quer ultrapassar Renault ainda este ano

O Honda tem sido o motor mais fraco desde o regresso da marca japonesa em 2015 à Fórmula 1, não conseguindo competir com a Mercedes, Ferrari e Renault.

A temporada de 2017 não está a correr nada bem, com a equipa a lutar contra a falta de fiabilidade e de performance do seu motor. No entanto as últimas corridas parecem mostrar alguma evolução no motor nipónico, com a McLaren a conseguir terminar nos pontos com os dois monolugares na Hungria.

“Penso que conseguimos melhorar, mas é difícil apanhar a Mercedes e a Ferrari, mas queremos apanhar a Renault antes do final da temporada”, disse Yusuke Hasegawa, responsável da Honda para a Fórmula 1, que considera que a marca está mais próxima dos rivais desde o regresso em 2015. Isto após a prova húngara, onde pela primeira vez o motor japonês não teve problemas de fiabilidade, com Fernando Alonso a ser sexto e Stoffel Vandoorne 10º, fazendo com que a McLaren ultrapassasse a Sauber no campeonato de construtores.