A incrível oval de Brooklands

a carregar vídeo
A oval de Brooklands nasceu da ideia de Hugh Locke-King e abriu a 17 de Junho de 1907. Situada nos arredores de Weybridge, no Surrey britânico, foi a primeira pista do género a ser construída no mundo.
O facto de ser uma oval e possuir curvas em ‘banking’, elevado em alguns locais mais de um metro, prendeu-se com a necessidade de uma boa visibilidade para os espetadores.
Contudo, para lá desta pista, o complexo tinha também uma versão tradicional, que aumentava o perímetro do traçado até aos 5300 metros. O pavimento foi coberto de cimento e  gravilha, de manutenção mais fácil, mas principalmente porque não era então fácil estender asfalto no ‘banking’. Esta solução traduziu-se, com o correr dos anos, numa superfície muito ondulada, onde era cada vez mais difícil pilotar a velocidades que muitas vezes passavam dos 320 km/h. Dificuldades que, na verdade, se traduziram em mais de duas dezenas de mortos, entre pilotos e espectadores, nas três décadas de utilização efetiva da pista. No início, ao longo do centro da pista foi traçada uma linha negra, conhecida como “Fifty Foot Line”.
Em teoria, um piloto que seguisse sempre essa linha, era capaz de fazer toda a pista sem nunca mexer o volante! Reino da velocidade pura, em Brooklands foram batidos inúmeros recordes de velocidade, muitos deles a nível mundial.
A primeira prova de automóveis teve ali lugar 11 dias depois da inauguração do circuito e foi uma corrida de 24 horas, ganha por Selwyn Edge. Mais tarde, Brooklands foi também a primeira pista de aviação em solo britânico – foi aqui que Alliott Verdon-Roe se tornou o primeiro súbdito de Sua Majestade a protagonizar um voo na Velha Albion, em 1908.