O novo Picanto EX: Papá “Kia” muito um destes!

Se o seu filho(a) acabou de tirar a carta de condução, o mais normal é que lhe peça um carro, como passaporte para a independência! É aí que pode entrar “em jogo” o novo Kia Picanto: barato, económico, bem equipado e até leva mais quatro amigos… magrinhos!

Enquanto o mundo automóvel ainda não é dominado pela condução autónoma, são os pequenos citadinos que fazem sonhar os jovens, sedentos de emancipação e liberdade. Por isso, é natural que uma boa parte dos utilizadores dos veículos do segmento A sejam adolescentes recentemente encartados, aos quais o novo Kia Picanto parece assentar como uma luva.

Com cinco portas e cinco lugares (teóricos, já que na prática só dois adultos viajam minimamente confortáveis atrás) o citadino sul-coreano manteve a altura (1485 mm) e o comprimento (3595 mm) face à anterior versão, mas viu prolongada a distância entre eixos, o que lhe permitiu ganhar mais espaço para os ocupantes da frente (1085 mm) e para os de trás (820 mm) e uma maior estabilidade dinâmica. Os números também dizem que o peso foi reduzido para os 902 kg e que a capacidade da bagageira aumentou 25% ou, por outras palavras, comporta agora 255 litros.

Não é nenhum vagão, claro, mas dá para uma mala pequena ou para as compras da semana (as do mês, já poderá ser arriscado!). Mas mais importante que os números, são as sensações, e, nesse prisma, o Picanto não desilude. Pouco dado a claustrofobias, apresenta um ambiente “descontraído” a bordo, muito “por culpa” do design moderno do painel de instrumentos, do funcional pequeno ecrã central “flutuante” de 7’’ (que pode receber sistema de navegação e câmara de marcha-atrás por mais 600 €) ou de um volante carregado de funções (controlo do computador de bordo, áudio e telefone), tudo mordomias que nos fazem pensar que estamos ao volante de um carro de um segmento superior, perceção apenas desfeita quando tocamos nos plásticos duros do tablier.

a carregar vídeo

Se o Picanto pode apresentar três níveis de equipamento, LX, EX e GT Line, o compromisso mais equilibrado na relação preço/qualidade será mesmo a versão EX, que, como facilmente se percebe, tem praticamente tudo o que é essencial. Ao ar condicionado (manual), banco do condutor ajustável em altura, computador de bordo, coluna de direção ajustável em altura, ligações USB + AUX, rádio MP3, comandos no volante, sistema “mãos livres” Bluetooth, vidros elétricos à frente, luzes de leitura à frente, palas de sol com espelho de cortesia, suporte para copos na consola frontal… (ufa! Nem dá para respirar!)… junta ainda os cintos de segurança com ajuste em altura (à frente), vidros elétricos atrás, volante e alavanca de velocidades em pele, retrovisores com regulação elétrica, faróis de nevoeiro, jantes de liga leve de 15” e vidros tintados!

Na verdade, é difícil ficar desiludido com uma oferta tão generosa a nível de equipamento, sobretudo, porque, para além do mais, a campanha de lançamento da Kia traduz-se em 1.400 € de desconto, o que faz com que o Picanto 1.0 EX não ultrapasse os 11.550 €, com a primeira anuidade do IUC e os 7 anos de garantia também incluídos.

De série a suspensão é confortável e o animado motor de três cilindros (que vibra demasiado ao ralenti) 1.0 de 67 cavalos, suficientemente elástico para as voltinhas na cidade, também devido às longas relações de caixa de cinco velocidades, que ajudam a manter os consumos “poupadinhos”, caso não haja tendência para o pé pesado. Médias reais de 5,6 litros/100 km são facilmente alcançáveis, com a carteira a agradecer! Afinal, há outras prioridades… aquele jantar da faculdade, aquela escapadinha à praia ou os bilhetes para aquele Festival de Verão!

MAIS – Equipamento e preço de lançamento.

MENOS – Vibração do motor e espaço traseiro.

Ficha Técnica

Motor – 3 cil., inj. electrónica, gasolina

Cilindrada – 998 cm3

Transmissão – Dianteira

Cx Vel – 5 vel. manual

Potência – 67 cv/5500 rpm

Binário – 98 Nm/3750 rpm

Vel máx – 161 km/h

Aceleração – 14,3 s (0-100 km/h)

Consumo – Médio 4,4 l/100 km, AutoSport 5,6 l/100 km

Suspensão dianteira – Independente McPherson

Suspensão traseira – Eixo de torção

Travões dianteiros – Discos

Travões traseiros – Tambores

Peso – 902 kg

Depósito – 35 l

Mala – 255-1010 l

Emissões – 101 g/km CO2

Preço base – 12.920 € / 11.520 € (preço de lançamento)

Filipe Pinto Mesquita

 

 

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.