Peugeot 205 T16: raríssimo, à venda e com 248 km

Os clássicos são sempre modelos estimulantes e que ganham charme com a idade, a par de, mediante os modelos e o seu estado de conservação, poderem conhecer uma franca valorização. Mas os clássicos são também carros que transportam consigo todo um passado que pode ser mais ou menos vivido em quilómetros de estrada e que pode ter sido feito com um ou mais proprietários.

Por isso, se dissermos que neste momento há para venda um Peugeot 205 T16 de 1985 com apenas 248 km percorridos pode parecer mentira não é? Aqui fica a sua história:

De olhos postos no Campeonato do Mundo de Ralis, a Peugeot precisava de obter a homologação para o seu modelo de Grupo B. Assim nasceram os únicos 200 exemplares de estrada do 205 T16.

Desse número, quatro saíram com um toque ‘gourmet’, ao terem sido produzidos na mesma cor que os carros de fábrica, Pearl White, e para proprietários previamente definidos: André de Cortanze, diretor técnico da Peugeot Sport entre 1984 e 1992; Jean Todt, então diretor da Peugeot-Talbot Sport; Jean Boillot, Presidente da Peugeot e considerado o ‘pai’ do 205 e o piloto Didier Pironi.

O modelo do presente artigo, que se encontra para venda na leiloeira ArtCurial, com o chassis nº 9, apresenta-se como novo, exterior e interiormente, tendo sido revisto em dezembro do último ano. O carro conheceu apenas um dono, André de Cortanze, e conta com o registo de propriedade original no seu nome e inspeção realizada com data de 9 de abril de 2017. O motivo para a reduzida quilometragem é simples, Cortanze sempre olhou para o modelo de forma emocional, conduzindo-o por isso pouquíssimo. O Peugeot 205 T16 equipa um motor de 4 cilindros, 1.8 litros turbo que debita 200 cv e tem detalhes de nota para a época, como sistema anti-roubo e telefone.

Apesar da cotação de mercado se cifrar entre os 275.000€ e 325.000€, inegavelmente dá que pensar…

André Duarte

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.