Range Rover Sport SRV: à prova de asfalto, erva, gravilha, neve, lama, areia…e mais houvesse

Cada vez mais o Range Rover parece um veículo à prova de todos os tipos de pisos e de aderências. Lançado na primavera de 2015, o Range Rover Sport SRV foi posto agora à prova em testes de aceleração e tração. É claro que quando se está equipado com um motor V8 a debitar 550 CV; se que conta com a tecnologia pioneira Terrain Response 2 da Land Rover que maximiza a aceleração – o sistema inteligente seleciona automaticamente o modo de condução adequado às condições de tração (geral, dinâmica, erva/gravilha/neve, lama e sulcos, areia e pedras) que o condutor pode escolher; e se nasce do trabalho da Special Vehicle Operations da Jaguar Land Rover, os ingredientes estão reunidos para que tudo corra pelo melhor.

Nestes testes exclusivos, o Range Rover Sport SVR acelera dos 0 aos 100 km/h com pneus standard Michelin 275/45 R21 válidos para todas as condições – asfalto, erva, neve e areia – graças à tecnologia Terrain Response 2 da Land Rover. Os números oficiais estabelecem a marca de 4,7 segundos dos 0 aos 100 km/h, mas há mais mundo a explorar…

Aqui fica o vídeo, depois iremos aos resultados:

a carregar vídeo
Superfície Modo 0-100 km/h (seg.)
Asfalto Dinâmico em 4,7 segundos
Erva Erva, gravilha e neve em 5,5 segundos
Gravilha Erva, gravilha e neve em 5,3 segundos
Neve Erva, gravilha e neve em 11,3 segundos
Lama Lama e sulcos em 6,5 segundos
Areia Areia em 5,5 segundos

Prova 1 (asfalto): Circuito de Rockingham, Inglaterra – Asfalto – 4,7 segundos
– No modo de condução Dinâmica, o sistema Terrain Response 2 otimiza a resposta do acelerador e muda de velocidade ao atingir rotações mais altas. Para reduzir a oscilação da carroçaria, a marca reforçou a barra estabilizadora através da função Continual Variable Damping, da tecnologia Anti-Roll Control. Com a otimização destes fatores, o Range Rover Sport SVR fez uma marca de 4,7 segundos dos 0 aos 100 km/h.

Prova 2 (erva): Centro Land Rover Experience, Inglaterra – Erva – 5,5 segundos
– No modo Erva/Gravilha/Neve a resposta do acelerador é suavizada para evitar a perda de tração e as mudanças de velocidade são mais fluídas e rápidas. Além do mais, o sistema de controlo de tração é ativado com antecedência para evitar que as rodas patinem, enquanto que o diferencial central é configurado previamente para otimizar o rendimento no arranque. No centro Land Rover Experience, na região Este de Inglaterra, o Range Rover Sport SVR conseguiu passar dos 0 aos 100 km/h em 5,5 segundos.

Prova 3 (gravilha): Cantera, Gales – Gravilha – 5,3 segundos
– O terreno obrigou à otimização do sistema às condições do terreno, fazendo com que o veículo atingisse a marca de 5,3 segundos.

Prova 4 (neve): instalações de testes de inverno, Arjeplog, Suécia – Neve – 11,3 segundos
– A configuração otimizada e o sistema de tração às quatro rodas ajudaram o SUV a obter uma aceleração numa superfície de gelo e neve de 11,3 segundos.

Prova 5 (lama): instalações de testes todo-o-terreno, Gales – Lama e Sulcos – 6,5 segundos
– No modo Lama e Sulcos a suspensão pneumática é elevada e o sistema de controlo de tração permite que as rodas patinem de forma controlada proporcionando mais tração em superfícies escorregadias. Registou um tempo de 6,5 segundos dos 0 aos 100 km/m.

Prova 6 (areia): praia Pendine Sands – Areia – 5,5 segundoS
– No modo Areia a resposta do acelerador é otimizada para permitir um rápido aumento das rotações do motor. Além do mais, o veículo mantém as velocidades durante mais tempo e bloqueia o diferencial central para manter o impulso. O resultado é um tempo de 5,5 segundos dos 0 aos 100 km/h.

A estes acresce ainda o modo Pedras: foi concebido para ajudar os condutores em terrenos rochosos. A utilização de rotações mais baixas permite manter uma velocidade mais reduzida, necessária para contornar rochas de grandes dimensões e pedras soltas. Neste modo a resposta do acelerador é suavizada para atenuar os movimentos bruscos e oferecer um controlo perfeito do veículo. A suspensão pneumática é igualmente elevada para otimizar a distância da parte inferior do veículo ao solo. Graças ao sistema Terrain Response 2, o Range Rover Sport SVR subiu facilmente um terreno repleto de rochas e pedras com uma inclinação de 32%.

André Duarte

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.