Será Valtteri Bottas piloto para a Mercedes?

Se a resposta fosse somente de sim ou não era um claro sim! Nico Rosberg é sem dúvida um excelente piloto, ninguém duvida que foi um bom campeão, mas toda a gente sabe que em condições normais, Lewis Hamilton teria obtido o seu quarto título. Mas a F1 nunca foi nem nunca será ‘normal, por isso é fundamental que por vezes a lógica seja uma ‘batata’ pois isso também dá beleza às competições.

Imaginemos que Nico Rosberg ainda estava na Williams. Alguém acredita que fizesse melhor do que Bottas? E se o finlandês estivesse na Mercedes desde 2012? Estamos perfeitamente convictos que teria, no mínimo, dado a mesma luta a Hamilton, que deu Rosberg. Pelo menos. Mais, nunca ninguém saberá.

Este ano, Bottas fica ligado a um quinto lugar muito mau da Williams nos Construtores. Mas a culpa é toda do Williams FW38, um monolugar muito limitado especialmente em termos aerodinâmicos. Bottas tirou o máximo do que tinha à sua disposição. Obteve pontos com regularidade, e conseguiu um pódio, no Canadá, batendo os dois Red Bull, um Mercedes e o Ferrari de Kimi Raikkonen.

Em qualificação, pulverizou Felipe Massa com um claro 17-4, a margem maior na grelha em 2016 entre colegas de equipa. Chegou à Q3 catorze vezes em 21 corridas enquanto, qualificando-se em termos médios entre os dois Force India e Nico Hulkenberg e Sergio Pérez. Massa ficou fora do top 10 ‘médio’. Tendo em conta o carro que pilotou, tirou-lhe tudo o que podia. E com um Mercedes, como seria?

José Luís Abreu / Autosport