Seria Robert Kubica um bom substituto para Palmer na Renault?

Cyril Abiteboul admite que Jolyon Palmer está sob forte pressão para fazer melhor esta temporada. Depois de ter feito no ano passado, na sua temporada de rookie, o suficiente para que a Renault não se preocupasse muito com a iminente saída de Kevin Magnussen, os responsáveis da Renault já perceberam que cometeram um erro com a manutenção na equipa de Palmer, que até este momento ainda não marcou um único ponto, ao contrário dos 18 que Nico Hulkenberg já conseguiu.

“O Jolyon tem que fazer melhor” disse Cyril Abiteboul ao Canal Plus, estação de TV francesa: “ele tem contrato para este ano, e por isso tem que obter resultados, como toda a gente. Em primeiro lugar a equipa tinha que lhe dar um carro para fazer um bom trabalho, o que aconteceu. De qualquer modo não vou fazer ameaças, pois ele não precisa disso nesta altura” disse.

Só que Palmer não precisa que lhe digam nada, ele sabe bastante bem que este mundo da F1 é “cão” e neste momento sabem que já tem a porta de saída aberta. Se não fizer uma segunda metade de época que seja totalmente o oposto da primeira, a porta vai escancarar-se. E para ajudar à festa, depois do teste que Robert Kubica fez, os responsáveis da Renault ficaram moderadamente entusiasmados. Quem ficou muito ‘excitada’, foi a imprensa: “O Robert está a testar as sua capacidades e limites, e quando os conhecer, pode tomar uma decisão para o resto da sua carreira” disse um cauteloso Abiteboul. Quanto ao chefe de engenheiros da Renault, Alan Permane: “Ele estava bem preparado, tivemos somente que mudar alguns botões para o lado esquerdo do volante, mas nada de complicado. De resto é cedo para dizer mais mas estamos em contacto com ele, não há planos para continuar os testes, mas é possível que sim no futuro…”

Muito provavelmente, o que a Renault está a fazer é a tentar perceber se as capacidades atuais de Kubica lhe permitem regressar à F1, mas esse é um processo que pode demorar o seu tempo. Se os ‘resultados’ forem positivos, ninguém duvida que a Renault não vai hesitar em pô-lo a correr, mas também sabemos que só o fará se não lhe restar a mais pequena dúvida das capacidades físicas do polaco. É que podemos dar as voltas que quisermos à cabeça, mas este a 100 por cento nunca estará. Resta saber é se a percentagem do seu estado será suficiente…

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.