Temporada de Sebastian Vettel com ‘nuvens negras’ no horizonte?

Depois da ‘ameaça’, a A FIA lançou uma investigação formal relativamente à atitude de Sebastian Vettel face a Lewis Hamilton no GP de Azerbaijão e agora um porta-voz da FIA revelou que o caso está a ser analisado e uma decisão será tomada antes do GP da Áustria de F1.

Em comunicado, a FIA revelou que: “Na sequência do recente incidente no GP do Azerbaijão, no qual o carro # 5 (Sebastian Vettel) esteve envolvido numa colisão com o carro # 44 (Lewis Hamilton), a FIA irá examinar as causas desse incidente na próxima segunda-feira, dia 3 de julho, onde será decidido se alguma ação adicional será necessária. Uma declaração sobre o resultado deste processo será divulgada antes do próximo Grande Prémio da Áustria de F1”.

Pelos vistos, Vettel esqueceu por completo o facto de ter sido avisado pelo Tribunal Internacional da FIA o ano passado após o Grande Prémio de México de 2016, quando invectivou via rádio, Charlie Whiting, diretor de Corrida da FIA. na altura, Vettel pediu desculpa, mas esqueceu-se do que lhe foi dito na altura: “A FIA informa que no caso de um incidente futuro, serão tomadas medidas disciplinares pelo Tribunal Internacional da FIA,” lia-se no o comunicado da altura.

Significa isto que, se for considerado que a punição que foi alvo foi branda face ao ato cometido, Vettel está em maus lençóis e só tem que se culpar a si próprio…