Vem aí o teto orçamental na Fórmula 1

A Liberty Media está a ponderar introduzir um teto orçamental na Fórmula 1 de 150 milhões por equipa em 2021. Quem o escreve é o Sport Bild alemão, e alega que os novos donos da F1 querem introduzir esta regra, que até aqui nunca sequer passou da fase de discussão. A ideia é que este valor seja o ‘teto’ para os gastos com as equipas, podendo estas gastar mais 50 milhões no marketing, hospitalidade e pilotos. Logicamente, para as equipas mais pequenas esta será uma solução ótima, pois a maioria delas fica abaixo desse valor, mas para as grandes irá ser um enorme problema, já que depois de tanto tempo a gastarem quase o triplo, vai ser complicado reduzir. A Mercedes e a Ferrari têm um orçamento de 400 milhões de euros, Red Bull um pouco menos, e por isso ‘trazer’ estes orçamentos para os 150 milhões não vai ser nada fácil…