A partir de 2019 os novos Volvo serão apenas elétricos ou híbridos

O CEO da Volvo anunciou que a partir de 2019 todos os novos modelos da marca terão apenas motores elétricos ou híbridos.

“Este anúncio marca o fim da Era dos automóveis propulsionados apenas por um motor de combustão”, disse Hakan Samuelsson (foto) numa entrevista à Automotive News Europe, adiantando que a mudança anunciada faz parte dos planos da Volvo para vender um total de 1 milhão de automóveis eletrificados em 2025. “A nossa ambição é sermos líderes na transformação para os automóveis eletrificados”, justificou.

Nos planos futuros da Volvo está uma aposta clara nos mild hybrids de 48 volts e nos 100% elétricos, a par com os híbridos que a marca já tem no mercado. Todos os modelos que utilizam as plataformas Scalable Product Architecture (SPA) e Compact Modular Architecture (CMA), que servem de base aos atuais Volvo, terão versões híbridas plug-in e mild hybrids de 48 volts associadas a motores diesel e gasolina, e variantes 100% elétricas.

A marca não dispõe ainda de nenhum modelo 100% elétrico, mas Samuelsson promete cinco novidades, entre 2019 e 2021. Três destes modelos 100% elétricos terão a marca Volvo e dois deles serão da Polestar, que foi autonomizada este mês para se tornar uma marca independente especializada na produção de automóveis elétricos desportivos de alto desempenho.

Em 2014, a Volvo já tinha anunciado que todos os seus futuros modelos teriam uma opção híbrida elétrica plug-in, a par com os motores convencionais diesel e gasolina. A Volvo lançou a carrinha V60 com motor híbrido recarregável plug.in em 2012 e desde tem vindo a introduzir esta tecnologia no resto da sua gama. Hoje, há versões plug-in em todos os modelos da gama 90 (XC90, S90 e V90) e no novo XC60, estando previstas também para o SUV compacto XC40, que a marca vai lançar no final do ano.