Dakar: Paulo Gonçalves foi terceiro na etapa dominada por Toby Price

Numa especial bastante rápida, o vencedor do Dakar em 2016 dominou a tirada do princípio ao fim marcando claramente uma posição na prova. Com este triunfo, Price assume desde já o comando da corrida.

No segundo lugar ficou o seu companheiro de equipa, Matthias Walkner, que também realizou uma etapa bastante consistente. Num dia de dobradinha para a KTM, o piloto austríaco ficou a 3m22s do seu colega.

Na classificação geral, Walkner ascendeu ao segundo lugar está a 2m39s. Seguiu-se Paulo Gonçalves, que foi o melhor representante luso durante o dia. O piloto da Honda realizou uma etapa em crescendo e terminou os 275 quilómetros cronometrados a 3m51s da frente da corrida.

Na classificação geral, Gonçalves manteve o terceiro posto, mas agora a 2m54s de Toby Price.  No quarto posto ficou Xavier de Soultrait, que na classificação é agora quinto. O francês continua a dar boa conta de si e a ser uma das agradáveis surpresas da prova para além de ser o melhor representante da Yamaha, não obstante ser um piloto privado.

O top cinco é fechado por Sam Sunderland, o que permite à KTM ter três motos nas primeiras cinco posições. Sunderland está a 3m23s no quarto lugar da geral. Seguem-se Pablo Quintanilla, que realizou uma etapa consistente sem cometer excessos.

Ricky Brabec foi dos mais rápidos durante o dia, mas na parte final da etapa perdeu algum tempo e com isso caiu para o sétimo lugar da geral. Stefan Svitko é oitavo, enquanto Joan Barreda Bort vem apenas no nono lugar. O piloto da Honda cedeu algum tempo precioso nos últimos minutos da tirada, o que pode indicar que Barreda Bort ‘levantou o pé’ nos últimos momentos, tendo já em vista a posição de partida para o dia de amanhã. O italiano Alessandro Botturi completa o top 10 da prova. Nota ainda para o anterior líder Juan Pedrero Garcia, que hoje inevitavelmente perdeu a liderança ao ceder 8m09s para Toby Price. O piloto da Sherco caiu mesmo para fora do top 10 e é agora 11º.

(em atualização)

Alexandre Melo/Motosport