Ecclestone acredita que Alonso pode ser a opção da Mercedes

Bernie Ecclestone revelou à Reuters que também ele foi apanhado de surpresa com o anúncio que Nico Rosberg ia abandonar a Fórmula 1 depois da conquista do título de campeão do mundo, brincando apenas que “pelo menos ele vai ter mais tempo para gastar o dinheiro”.

Seja como for, o ainda patrão da F1 está mais preocupado com o lado comercial e o que poderá ser feito para substituir o campeão mundial como figura do campeonato. Por isso, estava preparado para responder sobre quem podia ocupar o lugar de Rosberg, falando nas figuras mais óbvias em termos de imagem e de palmarés.

Fernando Alonso, que foi colega de equipa de Lewis Hamilton na McLaren, “é uma possibilidade”, como refere Bernie Ecclestone, que acrescenta que “com um novo diretor, pode ser que a McLaren esteja farta do Alonso e que ele esteja farto da equipa”. Outra hipótese avançada, Sebastian Vettel, faz menos sentido para o empresário britânico, que explica que “não creio que o Sebastian queira estar ao lado do Lewis”.