F1, Testes Hungaroring: Sebastian Vettel manteve-se a referência

A marca conseguida por Sebastian Vettel na sessão matinal manteve-se como a referência dos dois dias de testes que decorreram em Hungaroring, numa jornada onde Robert Kubica continuou a impressionar no seu regresso, conseguindo completar a distância equivalente a duas corridas.

Lando Norris bem tentou superar a marca conseguida por Vettel de manhã – 1m17,124s – mas não conseguiu, apesar das melhorias de tempo feitas na fase final do dia rodando com pneus super macios montados no McLaren Honda. O jovem britânico efetuou como melhor uma volta em 1m17,385s, sendo mais rápido que Fernando Alonso na terceira qualificação para o Grande Prémio da Hungria.

Räikkonen ficou perto de dar à Ferrari outra ‘dobradinha’ na pista magiar, pois ficou a sete décimas de Vettel, utilizando os mesmos pneus super macios para efetuar a terceira marca do dia. Isto enquanto Kubica totalizou 142 voltas no Renault conseguindo também efetuar a sua melhor marca – 1m18,572s utilizando pneus ultra macios. O polaco conseguiu superar Carlos Sainz Jr, que dividiu a condução com Daniil Kvyat, com o russo a causar uma bandeira vermelha ao ficar parado em pista pouco depois de ter realizado o seu melhor tempo.

George Russell teve mais um dia de grande trabalho no Mercedes, e depois de ter testado o halo logrou terminar a jornada com um tempo entre os dois pilotos que rodaram com o Force India, Lucas Auer e Nikita Mazepin. Já Pierre Gasly efetuou uma centena de voltas no Red Bull, completando o top dez, à frente de Luca Ghiotto, no Williams, Santino Ferrucci, no Haas, e Nobuharu Matsushita, no Sauber. Isto num dia que foi encurtado em dez minutos, por via de várias bandeiras vermelhas.

Tempos do segundo dia

1. Sebastian Vettel (Ferrari) 1:17,124 – 40 voltas
2. Lando Norris (McLaren-Honda) 1:17,385 – 91 voltas
3. Kimi Räikkonen (Ferrari) 1:17,842 – 60 voltas
4. Robert Kubica (Renault) 1:18,572 – 142 voltas
5. Carlos Sainz Jr (Toro Rosso) 1:18,850 – 68
6. Daniil Kvyat (Toro Rosso) 1: 19,116 – 54
7. Lucas Auer (Force India-Mercedes) 1:19,242 – 49 voltas
8. George Russell (Mercedes) 1:19,391 – 90 voltas
9. Nikita Mazepin (Force India-Mercedes) 1:19,692 – 48 voltas
10. Pierre Gasly (Red Bull-Renault) 1:20,337 – 107 voltas
11. Luca Ghiotto (Williams-Mercedes) 1:20,414 – 161 voltas
12. Santino Ferrucci (Haas-Ferrari) 1:20,994 – 116 voltas
13. Nobuharu Matsushita (Saber-Ferrari) 1:21,998 – 121 voltas