GP da Áustria: Queda afasta Miguel Oliveira do pódio em mais uma vitória de Morbidelli

Partindo a terceira linha da grelha de partida para o GP da Áustria, Miguel Oliveira (Red Bull KTM Ajo) abandonou a 11ª ronda do Mundial depois de ter sofrido uma queda, numa altura em que o piloto português estava na luta pela terceira posição

Na largada, Franco Morbidelli (EG 0,0 Marc VDS) surpreendeu Mattia Pasini (Italtrans Racing Team) o autor da pole position, assumindo a liderança na corrida.

Na chegada à curva 1, quatro pilotos sofrem uma queda e Miguel Oliveira, consegue fugir a esta queda colectiva colando no grupo da frente ocupando a sétima posição no final da primeira volta.

Na frente Morbidelli seguia na companhia de Thomas Luthi (CarXpert Interwetten), com Alex Márquez (EG 0,0 Marc VDS) e Pasini a encostarem na roda do suíço. Uma luta a quatro pelo comando da corrida que permitia que o grupo de Miguel Oliveira onde estava também o seu companheiro de equipa, Brad Binder se aproximasse do quarteto da frente, que a 20 voltas do final via Alex Márquez assumir o comando, mas não por muito tempo já que Morbidelli rapidamente respondeu e voltou ao primeiro lugar.

Com Morbidelli a conquistar uma ligeira vantagem de meio segundo para os seus adversários mais diretos a luta entre Márquez e Luthi pela segunda posição era intensa. Na luta pela quarta posição, Miguel Oliveira está a 15 voltas do final a 1 segundo de Mattia Pasini deixando tudo em aberto para a fase final da corrida.

A 11 voltas do final, o piloto português da KTM despachou-se de Pasini , subindo ao quarto lugar e partindo na tentativa de chegar aos três da frente, realizando mesmo nesta altura a volta mais rápida da corrida ao rodar primeiro em 1m29,938s e logo de seguida a baixar para 1m29,875s acabando por bater novamente o seu melhor tempo ao rodar em 1m29,872s, sendo o piloto mais rápido na fase final de corrida.

A sete voltas do final, Miguel Oliveira já estava na roda de Alex Márquez que era terceiro, mas a quatro voltas do final e quando o piloto português se preparava para atacar a terceira posição, Miguel Oliveira sofreu uma queda violenta acabando mais cedo a corrida fantástica que estava a realizar neste GP da Áustria.

A vitória essa foi para Franco Mordidelli, a sétima da temporada, relegando o seu companheiro de equipa, Alex Márquez para a segunda posição a 1,312s, enquanto Thomas Luthi foi terceiro a 2,544s.

Nas contas do Mundial, Franco Mordidelli continua na liderança, agora com 207 pontos seguido de Thoms Luthi agora com 181 pontos, enquanto Alex Márquez subiu a terceiro com 153 e Miguel Oliveira é quarto com 133 pontos, enquanto Francesco Bagnaia é quinto com 100 pontos.