Galeria: Goodwood, o maior festival motorizado do mundo

Fomos ao Goodwood Festival of Speed de 2017, o maior festival de automóveis, motos, aviões, e tudo o que tenha um motor, do mundo. A expectativa era alta, mas mesmo assim foi ultrapassada. Pela combinação da quantidade e qualidade.

Uma área incalculável, arranjada e planeada ao centímetro, para receber os seus visitantes da melhor forma, fazendo-os sentir bem-vindos, confortáveis e em casa, e gerida para receber os melhores veículos do mundo, sejam eles antigos ou modernos, no melhor contexto de segurança e decoração visual. Sim, porque aqui há de tudo, desde automóveis de corrida pré-guerra, super desportivos, eléctricos, Fórmula 1 (de todas as gerações), NASCAR, veteranos, todo-o-terreno, Le Mans e protótipos, até um line-up de Ferraris absolutamente de luxo para assinalar os 70 anos da marca italiana, além de motos claro. E todos sobem a rampa, impecavelmente montada dentro da propriedade do Lord March.

Além da prova e demonstração, o evento tem os paddocks abertos ao público (onde estavam seguramente mas de mil milhões de euros em automóveis), uma pista TT de automóveis, stands de automóveis sem paralelo em sofisticação e tamanho, um leilão de automóveis clássicos, um salão de automóveis, um concurso de elegância, uma feira de automobilia, uma pista de corrida, uma pista TT de motos, 10 aviões em constantes acrobacias e um inúmero conjunto de outras atracções em simultâneo para todos os gostos e idades.

Em dois dias andámos mais de 20 km a pé e mesmo assim não conseguimos ver tudo. Mas o que vimos deu para nos marcar e deixar cheios de vontade para voltar em 2018.

É caso para dizer que a vida de qualquer entusiasta do mundo motorizado divide-se em duas fases, a antes e a depois de passar pelo Goodwood Festival of Speed.

Para quem não teve a sorte de estar lá este ano, aproveite o extenso álbum de imagens que deixamos em baixo.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.