BMW R100 de 1980 TWIN TURBO da Boxer Metal California

Algumas preparações são realmente especiais e num mercado inundado de múltiplas propostas, algumas evidenciam-se pela sua originalidade e pela genialidade dos seus componentes, criando uma personalidade única e exclusiva.

É o caso desta R100 de 1980, preparada por Chris Canterbury da Boxer Metal, na Califórnia, que criou esta exclusiva e brutal R100 TWIN TURBO.

O desafio começou quando Chris foi convidado para participar One Motoshow em Portland e pressionado também pelo facto de que a moto que era suposto estar acabada para estar nesse show, já tinha sido vendida e despachada para um cliente na Guatemala. Chris estava a 7 semanas do inicio da exposição e sem moto para participar na mesma. Ainda assim aceitou o desafio e colocou mãos à obra.

Criar uma moto de exposição de raíz requer imaginação, experiência e muito conhecimento, mais a mais querer introduzir tecnologia turbo no projecto e ainda por cima a dobrar, requer de facto muita coragem e engenho.

O Chris e a sua parceira Rebecca conheceram-se em trabalho na BMW Motorcycles America e a partir de aí alimentou sempre a sua paixão pela recuperação e preparação de antigas Beemers. Tendo crescido nos anos 70 Chris sempre esteve envolvido na era das competições Dragster americanas e inspirado por essa realidade construíu em 2014 uma bobber de quadro rígido e pensou se não seria altura de voltar ao mesmo conceito e introduzir um duplo turbo no mesmo. Foi aí que decidiu que para além do duplo turbo iria também introduzir na sua nova preparação a injecção electrónica.

A base da qual decidiu partir foi uma R100, que nos anos 70 veio substoituir os modelos anteriores R90 e que debitavam na altura aproximadamente 65 a 70 CV. Chris tinha em armazém uma antiga R100 proveniente de um pagamento por conta de uma preparação que tinha realizado, embora estivesse num estado algo desgastado e tivesse vestígios inclusivamente de em tempos ter andado com um side car também. Além disso ao abrir o motor Chris confirmou o que já suspeitava, pois o desgaste de alguns dos seus componentes internos era evidente. Mas o desafio estava lançado e não havia alternativa, seria a R100 ou nada.

Chris começou por alterar o quadro alongando o mesmo e rebaixando-o também, e retirando obviamente a suspensão traseira. Reforçou o quadro em sítios chave no sentido de obter a rigidez necessária para enfrentar o binário provocado pelo duplo turbo.

O motor foi totalmente revisto e revitalizado com novos componentes e peças. A taxa de compressão foi rebaixada para os 7.2:1 e os corpos de carburadores foram substotuídos por injecção electrónica retirada de uma R1150GS. Toda a electrónica foi programada a partir do computador o que facilitou enormemente todo o trabalho de afinação. Podemos ver o resultado final desta preparação no vídeo que a Boxer Metal colocou no YouTube.

O mais complicado foi ao contrário do que possam pensar, foi desenhar o quadro de forma a encaixar os dois turbos e fazer com que a sua resistência e rigidez fosse adequada à potência extra que a inclusão dos mesmos fariam debitar no motor Boxer. Um outro desafio foi montar uma só bomba de travagem para os dois travões, o dianteiro e o traseiro, e a afinação da válvula que geria a pressão adequada para ambos travões.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.