GP da Grã-Bretanha: Miguel Oliveira foi 8º na vitória de Takaaki Nakagami

Miguel Oliveira (Red Bull KTM Ajo) voltou a realizar uma corrida intensa, acabando por terminar na oitava posição o GP da Grã-Bretanha, depois de ter estado na luta pelas primeiras posições.

Na largada, Takaaki Nakagami (IDEMITSU Honda Team Asia) , saiu muito bem assumindo a liderança mas acabando rapidamente por Alex Márquez (EG 0,0 Marc VDS) e pelo seu companheiro de equipa Franco Morbidelli (EG 0,0 Marc VDS) .

Na frente os dois pilotos da Marc VDS ganharam uma ligeira diferença de pouco mais de três segundos para Nakagami que era então o terceiro e que rodava na companhia de Matia Pasini (Italtrans Racing Team), autor da pole position que não registou uma boa largada e de Thomas Luthi CarXpert Interwetten).

A onze voltas do final, Morbidelli atacou Márquez assumindo o comando da corrida, com o espanhol a responder na primeira tentativa do italiano, mas a não conseguir conter a segunda tentativa de ultrapassagem.

Com os dois da frente numa luta intensa pelo lugar mais alto do pódio, Nakagami que rodava na terceira posição acabou ver a distancia que o separava dos dois da frente ficar mais curta.

A nove voltas do final Miguel Oliveira que esteva na luta pela quinta posição, acabou por falhar uma passagem de caixa tendo saído largo numa curva e perdendo muitas posições.

Oliveira foi atrás do prejuízo e até final da corrida manteve um ritmo rápido que o levou até ao oitavo lugar final.

No entanto a oito voltas do fim da corrida Alex Márquez sofreu uma queda, quando estava na liderança, caindo para o 17º lugar, para terminar no 14º lugar.

Na frente ficava então Morbidelli com Nakagami cada vez mais perto do líder do Mundial, acabando mesmo por ultrapassar o piloto italiano a sete voltas do final.

Atrás dos dois da frente Luthi e Pasini lutavam pela terceira posição com o italiano a levar a melhor sobre o suíço e a surpreender mesmo Morbidelli, ao ultrapassar o líder do campeonato e a ascender ao segundo lugar a três voltas do final.

Na frente Nakagami que na próxima temporada vai subir ao Mundial de MotoGP, garantiu a primeira vitória do ano, relegando Matia Pasini para o segundo lugar a 0,724s, enquanto Franco Morbidelli foi terceiro a 2,678s na frente de Thomas Luthi que foi quarto.

Nas contas do campeonato e após esta ronda de Silverstone, Franco Morbidelli mantém a liderança agora 223 pontos, Thomas Luthi é segundo com 194 pontos, enquanto Alex Márquez é terceiro com 155 pontos e Miguel Oliveira quarto com 141 pontos. Já Francesco Bagnaia fecha o top cinco com 111 pontos.