Paulo Gonçalves parou para ajudar Toby Price a levantar-se

Confirmou-se a notícia esperada. Paulo Gonçalves parou auxiliar Toby Price, aquando da queda do piloto australiano nos últimos momentos da etapa e que ditou o seu abandono. Está assim explicado o facto do piloto da Honda ter cedido mais tempo no final da quarta etapa chegando a uns distantes 26m36s do vencedor, Matthias Walkner. Resta agora esperar pelas contas da organização para ver onde é que o piloto luso irá ficar em termos de classificação da etapa e geral. Antes de parar para ajudar o vencedor do Dakar em 2016, Gonçalves vinha perder pouco mais de 15 minutos para a frente da corrida.

Recorde-se que já o ano passado e também curiosamente em solo boliviano, Paulo Gonçalves parou para prestar ajuda a outro piloto da KTM, no caso Matthias Walkner, que sofreu uma queda que ditaria o seu abandono da prova. Mais de que ser um dos melhores pilotos do mundo de todo-o-terreno, o piloto português demonstrou mais uma vez que é um senhor fora da competição.

Alexandre Melo/Motosport