Porsche apresenta jante em fibra de carbono

A Porsche prepara-se para trazer para o mercado uma jante de plástico reforçado totalmente revestida a fibra de carbono, colocando-a como opção no 911 Turbo S Exclusive Series. A novidade, prevista para 2018, irá fazer da casa de Zuffenhausen o primeiro fabricante a oferecer este tipo de solução.

Com apenas 8,6 kg, o compósito é 20 por cento mais leve do que uma jante equivalente em alumínio. Mas a Porsche salienta que é ainda 20 por cento mais resistente.

A combinação destes atributos irá melhorar o desempenho do 911 Turbo S Exclusive Series através de uma “maior espontaneidade, tanto na aceleração como na travagem”, pode ler-se no comunicado enviado. Um conjunto completo será vendido nos EUA por 17,600 dólares.

Leia também: Porsche Cayenne Diesel não entra na Suíça

O centro da jante é produzido através de uma folha de fibra de carbono que depois de ir a um forno de cozedura é cortada e montada em mais de 200 componentes individuais. Para fazer a jante, a Porsche virou-se para uma trança de fibra de carbono que obrigou ao fabrico de uma máquina especial, com quase 9,1 metros de diâmetro, por parte da Herzog.

A máquina é também utilizada para integrar a jantes e as partes centrais antes da aplicação final da resina a altas temperaturas. Depois de um processo de cura e arrefecimento, a porca central é introduzida, seguindo-se um spray que irá enfatizar esteticamente a sua construção. Cada conjunto de quatro jantes utiliza mais de 17 km de painéis de fibra de carbono.

Leia também: Este Porsche Macan é raro e exclusivo