Rossi: “Não me sinto confortável com a moto”

Realizadas as duas primeiras sessões de treinos livres em Termas de Río Hondo, Valentino Rossi não foi além da 16ª posição, sentindo as mesmas dificuldades registadas durante o GP do Qatar à excepção da corrida. A situação pode ser ainda pior caso hoje confirmem-se os prognósticos de chuva, o que impossibilitará a melhoria dos tempos e obrigará o italiano a fazer a Q1 para tentar garantir o acesso à Q2.

“Estava à espera de ter boas sensações com a moto tal como tive na corrida de Losail, mas a verdade é que as sensações foram semelhantes às registadas nas sessões de treinos livres bem como nos testes de pré-época. Temos muitos problemas em entrar de forma rápida nas curvas pelo que não me sinto confortável. Estou um segundo atrás do piloto mais rápido, mas o problema é  que agora existem muitos pilotos que também estão a ser rápidos. Precisamos de melhorar a afinação da moto bem como as sensações que temos aos seus comandos. Esperemos que hoje a pista esteja seca no terceiro treino livre para podermos tentar entrar no top 10 para a qualificação”, comentou o piloto da Yamaha está a comemorar o seu 350º Grande Prémio no Mundial.