Audi vai ter carro inteligente em 2020

Nuno Fatela
Nuno Fatela
Jornalista

Em parceria com a NVidia, o fabricante germânico vai apresentar no início da próxima década um automóvel com inteligência artificial.

A Audi anunciou na CES que pretende colocar nas estradas em 2020 um automóvel com o nível 4 de condução autónoma (sem intervenção humana em nenhum momento) que vai utilizar inteligência artificial. A importância desta questão prende-se com dois pontos, o primeiro devido ao curto prazo até à apresentação de um automóvel que se conduz totalmente sozinho e também porque a capacidade de aprendizagem por parte dessas viaturas é considerada essencial para garantir maior segurança, naturalidade e personalização da experiência nesta alternativa de mobilidade para o futuro.

A antevisão desta inteligência artificial está a ser efetuada com recurso a um protótipo do Q7 exposto em Las Vegas, na Consumer Eletronics Show, com este SUV a enviar as imagens obtidas pela câmara dianteira de 2 megapixel para a unidade de processamento Nvidia Drive PX2, que posteriormente comanda o automóvel.

screen_shot_

Numa primeira fase é um humano que fica responsável pela condução, mas durante esse período o carro faz a correlação entre as ações do condutor e aquilo que é captado as câmaras (além da dianteira existem outras a analisar a envolvência), interpretando os acontecimentos e descobrindo como deve agir.

O fabricante germânico diz que o desenho deste sistema é tão robusto que até consegue lidar com alterações como mudança do estado de tempo ou da iluminação, e que tanto trabalha com luz natural como artificial. Esta associação é mais um passo na já longa cooperação entre a Audi e a Nvidia, que desde 2005 se aliaram em diversas áreas como os sistemas de infotainment, a digitalização das informações através de soluções, como o Audi Virtual Cockpit, e também a unidade de controlo das assistências ao condutor zFAS.