Mercado Europeu com o maior crescimento da década

O aumento de 7% nas vendas de automóveis em solo europeu representa a maior evolução positiva dos últimos 9 anos.

Foram comercializados em solo europeu um total de 15,1 milhões de automóveis em 2016, o terceiro ano consecutivo de aumento nas vendas, numa evolução positiva impulsionada pelo súbida das vendas das principais potências económicas da região. Este crescimento de 7%, o maior dos últimos nove anos, é ainda mais positivo tendo em conta todas as condicionantes que podiam colocar em causa a confiança dos consumidores, entre as quais o Brexit e a queda do governo em Itália, que poderiam criar dúvidas sobre a evolução económica da região, e, numa perspetiva diferente, o DieselGate da Volkswagen.

Entre os principais fabricantes automóveis, destaque para o resultado da Renault, que impulsionado por um crescimento de 12,1% ocupou o segundo lugar do pódio de vendas, superando os compatriotas do Grupo PSA e colocando-se apenas atrás do Grupo Volkswagen. O consórcio germânico permanece, no entanto, a força dominante a nível continental, com uma quota de 23,9% do mercado automóvel da União Europeia, enquanto os fabricantes gauleses que o acompanham no pódio representam, respetivamente, 10,2% e 9,9% de todos os automóveis comercializados em solo europeu. Entre os maiores grupos automóveis da Europa, destaque ainda para a performance de três outros fabricantes, com a Fiat-Chrysler a crescer 14,4%, a Jaguar Land Rover a aumentar 22,8% e a Honda a evoluir positivamente 20,6%.

Nuno Fatela/Turbo