Novo Mercedes Classe S: o melhor carro de luxo do mundo?

O “novo” Classe S que a Mercedes apresentou aos jornalistas em Zurique mais não é do que uma atualização do modelo que em 2013 revolucionou os carros de luxo. Se exteriormente as diferenças mais significativas são a grelha e os faróis nos motores a mudança é mais significativa com a estreia de três novas propostas, dois a gasolina e um diesel.

No caso dos motores a gasolina registe-se a estreia de um novo 6 cilindros em linha com 367 CV e 435 CV e do V8 agora com 4 litros. Este motor que foi estreado no Classe E equipa o S 560 com 469 CV e o S 63 4Matic+ com 612 CV, uma autêntica “bomba”. O diesel também é novo e tem 6 cilindros em linha. Ele equipa o S 350d e o S 400d com 258 CV e 340 CV respetivamente.

A caixa automática de 9 velocidades (9G Tronic) também é nova, exceto no S 600 e no S 650, em que a transmissão escolhida continua a ser a de sete velocidades (7G-Tronic Plus). O mesmo se passa com o S 65 AMG.

Leia também:

Oportunidade: Mercedes procura programadores

Os sistemas de tração são três: tração traseira, tração total 4 Matic e tração total 4Matic+, sendo esta ultima aplicada na versão S63 AMG. A diferença entre o sistema 4Matic e o 4Matic+ reside no facto da distribuição do binário pelos dois eixos ser fixa (45% à frente e 55% atrás), enquanto no sistema 4Matic+ a repartição varia em função do programa de condução escolhido e da aderência. Assim pode passar de uma distribuição 50/50 a 0/100 (frente/traseira).

div” data-cycle-speed=”1000″ data-cycle-swipe=”false” data-cycle-tile-count=”7″ data-cycle-tile-delay=”100″ data-cycle-tile-vertical=”true” data-cycle-timeout=”1000″>

Uma novidade interessante é a utilização de um gerador elétrico (Integrated Starter Alternador – ISG) que funciona a 48 volts: Este elemento é alimentado por uma bateria de iões de lítio de 48 volts e 1 KWh de capacidade. São três as suas funções: motor de arranque, gerar energia para carregar a bateria e por último substituir o tradicional alternador.

Por último, o ISG serve também de apoio ao motor de combustão nas acelerações, podendo dar um “boost” de 21,8 CV e 250 Nm . A rede de 48 volts permite ainda utilizar alguns componentes elétricos co mo o ar condicionado, a bomba de água. Paralelamente à rede de 48 Volts há a tradicional rede de 12 volts que alimenta o sistema de iluminação exterior e interior e todo o sistema multimédia.

Leia também:

Mercedes dita fim do Classe B elétrico

Este novo Mercedes Classe S que já está à venda em Portugal com preços que começam nos 116 500 euros para o S350d (a versão híbrida plug in com uma autonomia aumentada para 50 Km chega em 2018) e possui 4 tipos de carroçarias: Classe S curto (5,14 metros), Classe S longo (5,27 metros), Mercedes-Maybach Classe S (5,46 metros) e o Mercedes Maybach Pullman (6,50 metros), uma versão ultra-luxuosa.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.