Novo motor da BMW diesel com 4 turbos!

4 turbos e 6 cilindros!

O motor quadriturbo diesel da BMW é a novidade mais recente da marca alemã. Ele tem nada mais nada menos que quatro turbos para seis cilindros e 3 litros de cilindrada!

Com 400 CV, esta nova motorização que contraria quem que prevê o fim dos motores diesel, concorre diretamente com o motor 4.0 V8 TDi triturbo de 435 CV do atual Audi SQ7 e o Bentley Bentayga diesel.

Destinado a substituir o anterior triturbo em relação ao qual é mais potente, tem uma resposta soberba graças aos seus poderosos 760 Nm entre as 2000 e as 3000 rpm, uma caraterística que eleva o seu índice de elasticidade para níveis muito elevados. A utilização, que numa primeira fase é exclusiva do mais recente Série 7 da BMW, mais concretamente da versão 750 xd estender-se-á mais tarde ao Série 5 bem como ao X5 e X6.

O sistema de sobrealimentação é bastante complexo. Os componentes principais são dois turbocompressores de alta pressão que são pequenos e de geometria variável e dois de baixa pressão que são maiores e de geometria fixa. Tantos os turbos de alta pressão, como os de baixa pressão contam com intercooler independentes do tipo ar-água para arrefecer o ar. Além disso o motor conta com dois sistemas de recirculação dos gases de escape, um de alta pressão e outro de baixa pressão. O funcionamento faseado de cada conjunto faz com que a resposta do motor seja muito linear e rápida isto porque o funcionamento em paralelo dos quatro turbos proporciona um maior débito de ar. O resultado não podia ser mais clarividente, desde a aceleração dos 0-100 Km/h em apenas 4,6 segundos, um valor surpreendente tendo em conta que o 750 xd pesa 2015 Kg! O seu rendimento é também muito elevado, razão pela qual o consumo anunciado é de apenas 5,9 l/100 Km.

Na comparação inevitável com o seu principal rival, o 4.0 V8 TDI da Audi verificamos que o novo motor da BMW tem uma potência especifica de 133 CV/litro, contra 108 CV/litro dada a diferença de cilindrada entre os dois motores.

A grande novidade do motor da Audi é a utilização de um compressor elétrico, Graças a este sistema desenvolvido em parceria com a Porsche, a Audi é capaz de desenvolver um binário, que chega aos 900 Nm às 1000 rpm! Do ponto de vista desportivo esta é uma caraterística importante aproveitada por uma programação da caixa automática de velocidades de forma inteligente para filtrar qualquer reação brusca do motor. O mesmo se passa com o motor da BMW que conta com a função “launch control”, um sistema que revela o seus carater desportivo.

Marco António