Novo Porsche 911 GTS mais potente

A Revista Turbo esteve na África do Sul a descobrir os encantos do poderoso Porsche 911 Carrera GTS.

A mítica marca alemã continua a renovar a gama do 911, agora com o lançamento da nova geração do GTS que recebe um novo motor turbo, capaz de oferecer melhores prestações e menores consumos. A dinâmica melhorou também muito, graças a um chassis mais competente que recebe novas ajudas como o eixo traseiro direcional, uma opção que eleva a aderência para níveis superiores, ao mesmo tempo que torna as manobras a baixa velocidade muito mais fáceis.

Como na geração anterior,  o novo 911 GTS apresenta-se com três tipos de carroçaria: Coupé, Cabrio e Targa, mas enquanto as duas primeiras tanto podem ter tração traseira como tração total, o Targa só existe com tração total, enquanto a transmissão tanto pode ser manual de 6 velocidades de série ou automática (PDK) como opção.

O motor boxer de 6 cilindros e 3 litros é similar ao do 911 Carrera S mas com 450 CV (mais 20 CV) devido ao novo sistema de sobrealimentação.

De todos os 911 GTS, o mais rápido é o Coupé de caixa automática, bastando apenas 3,6 segundos para no modo mais desportivo chegar dos 0 aos 100 Km/h, um valor que supera os seus mais diretos adversários (BMW M4 Coupé Competition Sport Edition de 450 CV e o Mercedes AMG GT de 462 CV). Mas se a versão de caixa automática é a mais rápida acelerar e também a mais económica em termos de consumos, a versão manual de 6 velocidades é o que maior velocidade de ponta atinge (313 Km/h).

Entretanto o novo Porsche 911 GTS tem de série alguns elementos que no 911 Carrera S são opções, nomeadamente a suspensão desportiva de dureza variável (PASM sports chassis que deixa a carroçaria 10 milímetros mais próxima da estrada), o Sport Chrono e as jantes de 20”. Também exteriormente há diferenças significativas como a superior largura o que confere um aspeto mais encorpado ou o spoiler dianteiro mais baixo que juntamente com a maior elevação do spoiler traseiro melhora significativamente a aerodinâmica. No interior o aspeto desportivo é também reforçado.

Com lançamento marcado para março, os preços começam nos 152 mil euros para o Coupé de caixa manual e acaba no 175 mil euros no Cabrio.

Marco António/Turbo

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.