Quotas para veículos elétricos? Sim, diz a Alemanha!

O tópico das quotas para veículos plug-in elétricos continua a vir ao de cima, com a União Europeia a estudar medidas mais agressivas para controlar os níveis de CO2 das cidades e atingir, desse modo, os resultados desejados.

Apesar de, oficialmente, a Comissão continuar a negar e implementação da medida, o Ministro do Ambiente da Alemanha acredita que a proposta será levada a votação a breve trecho.

Com eleições marcadas para setembro, não deverão haver novidades no país liderado por Angela Merkel antes do fim do outono. Mas caso a atual força política se mantenha a ideia pode avançar, apesar dos receios da oposição e das vozes discordantes dentro do atual Governo.

“Uma quota de carros elétricos seria algo popular dentro dos apoiantes do governo CDU/CSU, que enfrenta novas eleições em setembro”, afirma o jurista Oliver Krischer, salientando que Berlim acabaria por diluir qualquer plano proposto pela Comissão Europeia.

Leia também: É hoje que o Reino Unido bane o Diesel e a gasolina

Ulrich Lange, ligado ao Ministério dos Transportes, destaca que ainda há meio ano o governo introduziu “condições especiais para a aquisição de carros elétricos. Novas medidas para implementar quotas são exageradas”, indo ao encontro da posição da Chanceler Merkel acerca de ser mais importante reforçar a rede de carregamento elétrica.

Mas um porta-voz do Ministério do Ambiente, gerido pelo SPD — o partido social democrata e parceiro do Governo na atual coligação — garante que “sem quotas, a União Europeia pode falhar as metas no que às emissões de dióxido de carbono diz respeito”, deixando em aberto a implementação de um diploma legal.

Leia também: Saiba porque o Reino Unido quer eliminar as lombas redutoras da velocidade

Apesar dos consumidores de automóveis estarem cada vez mais a optarem por alternativas ao Diesel, um estudo revela que um dos maiores problemas para a aquisição de veículos elétricos na Alemanha reside no facto de os alemães esperarem 450 km de autonomia e carregamentos rápidos de 30 minutos — requisitos difíceis de se obter a curto prazo, pelo menos a um custo acessível para todos.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.