Renault-Nissan lidera mercado mundial de carros elétricos

A Renault-Nissan está a 4 mil carros do pódio mundial de vendas Este resultado contempla já os valores da Mitsubishi e permite uma grande aproximação à GM. O grupo franco-nipónico mantém igualmente a liderança nas vendas de veículos elétricos.

A Aliança Renault-Nissan anunciou os seus resultados de vendas consolidados para 2016, que pela primeira vez incluem já os números da Mitsubishi, que foi integrada no consórcio. Com um total de 9961437 automóveis comercializados, o grupo franco-nipónico conseguiu uma grande aproximação à General Motors, que ocupa o lugar mais baixo no pódio mundial de vendas (atrás da Volkswagen e Toyota), ficando somente a 4000 unidades dos valores apresentados pelo fabricante americano. Isto porque a GM anunciou ter comercializado 9965238 automóveis, com um crescimento de 1,3% comparativamente ao período homólogo.

Além desta aproximação ao pódio do mercado automóvel mundial, a Renault-Nissan tem mais motivos para celebrar pois conseguiu manter a liderança na vendas de veículos elétricos. Ao todo, e já contando com os modelos da Mitsubishi, o grupo franco-nipónico alcança agora um total de 424797 automóveis de emissões 0 movidos a eletricidade, com os 94365 automóveis sem impacto ambiental transacionados em 2016 a representarem um aumento de 8% comparativamente ao período homólogo. Para este registo tem importância vital o Nissan Leaf, já com mais de 250000 unidades comercializadas desde 2010 e o automóvel elétrico mais vendido do planeta, mas também o facto da marca japonesa ter o furgão elétrico mais adquirido no planeta, a E-NV200, e ainda a liderança que a Renault detém no mercado de veículos elétricos na Europa.