Tomahawk: Míssil elétrico chega em 2018

O Tomahawk da Dubuc Motors já recebeu mais de 4 milhões de euros em crowdfunding para um projeto que, segundo os responsáveis da marca, visa complementar a oferta no mundo dos veículos elétricos que a Tesla já tem.

A Dubuc Motors é uma empresa que nos últimos tempos tem vindo a dar que falar, graças ao seu Tomahawk, um verdadeiro míssil de quatro rodas que é mais uma demonstração de todo o potencial da mobilidade elétrica. Este modelo que vê nas fotos e vídeo é o resultado de doze anos de desenvolvimento, e a intenção da empresa canadiana, com sede no Quebec, é criar uma oferta complementar à Tesla. Ou seja, se a companhia de Elon Musk já tem um sedan (Model S), um SUV (Model X) e prepara o lançamento de um compacto (Model 3), o que faz falta para animar a malta? Um desportivo de capacidades superiores!

Assim nasce o Tomahawk, que honra o seu nome e promete ser uma verdadeira arma de destruição maciça dos adversários na guerra sobre o asfalto, já que contará com quatro motores elétricos. O resultado desta configuração de um motor por roda será uma potência de 800CV e um binário de 1350Nm, que vão permitir atingir os 100km/h em apenas dois segundos. A estes números incríveis junta ainda a capacidade para uma utilização quotidiana, recorrendo às bateria de iões de lítio com 100kWh (integradas no piso de uma estrutura em alumínio e fibra de carbono que permitem um peso total de 1928kg distribuído numa relação 50:50 entre a dianteira e traseira), que garantem 600km entre carregamentos.

O exterior de visual desportivo tem nas portas de abertura horizontal o principal destaque, enquanto no interior para quatro ocupantes, que vão poder ver o sol através do teto panorânico, será a quantidade de tecnologias oferecidas a atrair clientes. Referência para a presença de soluções como o hotspot wifi, a visão a 360º e ainda a possibilidade de executar funções múltiplas com recurso aos comandos vocais. Para o transporte de todos os seus pertences a bordo deste superdesportivo elétrico, vão existir dois compartimentos (na dianteira e retaguarda) neste modelo com 4,77m de comprimento e 2,03m de largura.

Após cerca de 4,5 milhões de euros obtidos através de crowfunding, o objetivo da Dubuc Motors é “abrir fogo nos mercados” com o Tomahawk já a partir do próximo ano. Segundo informações reveladas, o preço de comercialização poderá ser em redor dos 125000 dólares, o equivalente a pouco mais de 110.000 euros.

a carregar vídeo

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.