O último V12 “puro” da Ferrari

a carregar vídeo

Com apresentação marcada para o Salão de Genebra, este será o último Cavallino Rampante a utilizar um motor de 12 cilindros em “V” com aspiração natural.

O sucessor do Ferrari F12 Berlinetta tem apresentação marcada para o Salão de Genebra, onde irá surgir como o último representante na marca transalpina de uma “espécie em vias de extinção”, os motores V12 naturalmente aspirados, sem turbos ou qualquer outro tipo de assistência. Na verdade, a marca vai colocar neste modelo o mesmo bloco que se encontra no LaFerrari, mas sem contar com o apoio do motor elétrico, e com uma potência a rondar os 750CV, que irá permitir que o tempo de aceleração dos 0 aos 100km/h do F12 Berlinetta, de 3,1 segundos, seja superado pelo seu sucessor. De referir ainda que futuramente os fãs dos V12 da Ferrari apenas vão passar a poder escolher motores neste patamar com assistência elétrica.

Foi também confirmado que o Ferrari F12 M vai contar com o eixo traseiro direcional para potenciar a agilidade, incorporando o sistema que a marca designa como “Virtual Short Wheelbase”. Já captado em testes, como pode ver no vídeo que acompanha este artigo, o sucessor do F12 Berlinetta ganha também alterações no design, com uma evolução dos contornos tanto da grelha como dos grupos óticos na dianteira. Também são esperadas alterações para o interior, com a vertente tecnológica potenciada pela utilização do dupla ecrã que já pode ser encontrado no GTC 4Lusso e que publicamos na foto seguinte. Uma última informação que já é conhecida prende-se com o preço do modelo, que será consideravelmente superior ao do antecessor F12 Berlinetta, algo que se explica pelo caráter único que o F12 M vai ganhar ao tratar-se do último V12 “puro” do Cavallino Rampante.

Fonte: Autocar e CarScoops