Volvo anuncia desportivo Polestar elétrico

Foi anunciado um modelo de emissões zero da divisão de performance da Volvo, com o fabricante nórdico a apostar num Polestar elétrico para conquistar as preferências dos fãs das emoções fortes ao volante.

A mobilidade elétrica tem vindo a ser apontada como um futuro cheio de sensações fortes no campo dos desportivos, dadas as características singulares destas configurações, com motores em que binário está sempre no máximo e a possibilidade de configurações com motores elétricos nos dois eixos que garantem tração integral. Com as baterias colocadas no solo a oferecem também o benefício do centro de gravidade mais baixo, aumentando a ligação ao solo, outra vantagem está na introdução de uma tração total mais avançada. Por isso não admira que os fabricantes olhem cada vez mais para os veículos movidos a eletricidade como um admirável mundo novo para os desportivos, algo que a Volvo também faz agora ao anunciar o desenvolvimento de um Polestar elétrico.

As informações ainda são escassas, mas é indicado que o modelo irá ser totalmente independente, sem ostentar qualquer símbolo da Volvo. O local de apresentação que está a ser avançado internacionalmente como mais provável é o Salão de Frankfurt, já em setembro, embora sem indicação se irá ser ainda como concept ou já numa versão final. Pela falta de informações oficiais, também ainda não se sabe quais as características deste modelo, que terá por base uma das plataformas modulares da marca sueca. Como tanto a mais pequena CMA (da gama 40) como a maior SPA dos modelos 60 e 90 foram desenvolvidas contemplando já a possibilidade de integrar motorizações elétricas, aceitam-se apostas, embora declarações proferidas em março pelo CEO da Volvo, Hakan Samuelson, apontem para um modelo de grande porte. O Diretor Executivo comentou esta ofensiva numa nova faixa de mercado com o Polestar elétrico, e indicou que “A Polestar será um concorrente credível no emergente mercado global de carros eletrificados de alto desempenho. Com a Polestar, podemos oferecer carros elétricos aos condutores mais exigentes do mundo em todos os segmentos de mercado”.

 

A ligação aos modelos da Volvo pode não surgir á vista, mas está garantido que na mecânica o Polestar elétrico vai buscar muitos elementos à marca sueca. “”A Polestar vai ter sinergias tecnológicas e de engenharia com a Volvo Cars, e beneficiar das significativas economias de escala como resultado dessa ligação com a Volvo. Essas sinergias vão permitir desenhar, desenvolver e construir carros de performance altamente eletrificados para liderar a nível mundial”. Indicativo da aposta dos suecos num Polestar elétrico é o facto do antigo Vice-Presidente e responsável máximo de design da Volvo, Thomas Ingelath, um dos executivos de topo do fabricante nórdico, ter sido escolhido como CEO da divisão de performance.

Caso seja fã dos veículos de emissões 0, não deixe de marcar presença no próximo mês de julho no Encontro Nacional de Veículos Elétricos.