Volta ao mundo de moto: Pela costa oriental da Austrália

Francisco Sande e Castro
Francisco Sande e Castro
Jornalista e Escritor

Saí de Evans Head pelas dez da manhã e fui descendo a costa, deixando a estrada principal aqui e ali para visitar uma ou outra praia que me parecia mais atrativa. São às centenas, fantásticas, ao longo desta costa Oriental da Austrália, com ondas excelentes para os surfistas e milhares de casas com vistas fabulosas. Aqui, tal como em África, há espaço para não haver prédios.

Acabei o dia no melhor parque de campismo onde fiquei até agora. Muito arranjado e impecavelmente limpo tinha uma ótima relva, onde me instalei sobre uma ravina que dava para o mar. Fabuloso. A cozinha e sala de jantar eram ao lado com uma frente toda em vidro e um terraço a dar para o mar. Podia ter ficado por ali mais um dia ou dois mas tinha que partir.

Arranquei direito a Sydney onde iria apenas jantar com amigos e passar a noite, pois já tinha visitado a cidade durante os dez dias que lá fiquei o mês passado.

Na estrada vi um sinal que indicava “National Motorcycle Museum”. Não podia deixar de o visitar. Ao meu lado no parque de estacionamento estava uma Triumph e o dono tinha deixado os dois excelentes blusões de cabedal pousados sobre a moto enquanto visitava o museu. Uma situação impensável na maioria dos países do mundo. De facto, na Austrália não parece haver roubos e não só toda a gente deixa as coisas à vista sem problemas como a maioria das casas não tem sequer vedações ou muros à volta. O hotel onde estava em Darwin ficava com as portas abertas à noite e passados dois dias de andar com a moto deixei de a trancar, enquanto nos parques de campismo deixo muitas vezes capacete e blusão pousados em cima da moto.

O museu era fantástico e, embora a maioria das motos não estivesse restaurada, tinham centenas de motos do século passado, especialmente dos anos 50, 60 e 70’s.

Depois de visitar o museu parei num pub para almoçar. Por sorte, era dia de jazz e atuava uma excelente cantora, acompanhada de um baixo, piano e bateria, que levaram os velhos a dançarem animadamente, tarde fora. Muito giro.

______________________________________________________________________

*Francisco Sande e Castro está a dar a volta ao mundo de moto e M24 publica o seu diário de bordo. Acompanhe-o nesta grande aventura

ler + em Volta ao Mundo em Crosstourer

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.