Amazon vai ter prédio-aeroporto para drones nos centros das cidades

A Amazon quer facilitar o uso de entregas de produtos num ambiente urbano e em distâncias curtas, e a sua solução passa por trazer os seus gigantescos armazéns para os centros da cidade. Mas como os centros da cidade não têm espaço, os armazéns vão ser prédios altos, e vão servir como aeroporto para drones.

A torre-armazém foi revelada nos desenhos de patentes que foram submetidos para apreciação pelo Departamento de Patentes dos Governo americano. A Amazon necessita de uma área de mais de 90 mil metros quadrados para poder ter a quantidade necessária de produtos para servir as necessidades de uma população, o que num prédio traduz-se em 30 andares.

Com esta altura, o prédio vai poder ter várias plataformas para lançar constantemente drones para o ar. Elevadores levam os drones e a sua carga para a sua plataforma designada, e estas são espaçadas em espiral, de modo a evitar colisões entre os aparelhos no ar. Embora sirvam para entregar qualquer produto, as torres da Amazon vão ser melhor aproveitadas para o serviço de mercearia AmazonFresh.