O ar condicionado é hoje um equipamento obrigatório em qualquer automóvel. Os construtores compreendem que o conforto está relacionado com a temperatura e que, esteja frio ou calor, se o condutor estiver exposto à temperatura ideal tem menos motivos para se distrair, reduzindo a hipótese de ter um acidente. Mas lá porque um carro tem ar condicionado, não quer dizer que o saiba utilizar corretamente. Aqui, mostramos seis pequenos truques que lhe permitem usar o ar condicionado na forma mais eficiente possível, aproveitando toda a tecnologia e assegurando a manutenção do sistema.

O ar condicionado foi inventado em 1902 e adaptado pela primeira vez para uso automóvel em 1933. Em Nova York, existiam preparadores externos que instalavam estes sistemas de climatização em carros de luxo. Em 1939, a Packard foi a primeira marca a oferecer um ar condicionado diretamente da fábrica, mas a Segunda Guerra Mundial interrompeu o desenvolvimento desta tecnologia. Foi apenas em 1953 que a Chrysler criou um sistema de ar condicionado mais eficiente e mais fácil de utilizar. Em 1964, a Cadillac ofereceu o primeiro verdadeiro ar condicionado automático.

As marcas americanas foram pioneiras não só na integração deste sistema em automóveis, mas também na sua democratização. Embora as marcas de luxo tenham sido as primeiras a oferecê-lo, em 1969 este equipamento já estava equipado em mais de metade de todos os automóveis novos vendidos nos Estados Unidos, o que era a melhor maneira de aumentar o seu valor de revenda como usado. Hoje, é cada vez mais difícil encontrar um automóvel novo, mesmo nos segmentos mais baratos, que não tenha ar condicionado.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.