As novas notas de Miguel Barbosa

O desempenho de Miguel Barbosa, sempre muito rápido e consistente, pode não ser explicado, apenas a tão só, pelos “testes efetuados na pré-época e no acerto do Skoda Fabia”, como sublinhou.

A confiança que o piloto sentiu ao longo de todo o rali, mau grado a existência de troços à noite “que nada trazem de benéfico”, tem outra razão de ser:
Miguel Barbosa mudou, não só de navegador, passou a contar com Hugo Magalhães, mas também de um novo sistema de notas, como revelou ao Motor24:”As minhas notas eram de ritmo e agora passaram a ser de ângulos de curva. Nas anteriores, era, por exemplo, ‘rápida mais’. Agora, as notas são numeradas de 1 a 8. Assim, uma nota 4 ou uma nota 5 é igual em toda a parte do mundo, com chuva ou com nevoeiro”, explicou Miguel Barbosa.
Entretanto, nos Açores. Tudo leva a crer que Miguel Ramalho possa voltar a sentar-se no banco do lado direito, uma vez que Hugo Magalhães fará dupla com Bruno Magalhães, caso se confirme a participação do vice-campeão europeu.