Baja TT ACP/Santiago-Grândola: dupla familiar em estreia

06/03/2020

José Faria faz dupla, em estreia, na baja TT ACP/Santiago-Grãndola, com a filha Crisália Faria no Ford Proto
A 2.ª prova do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno /AM 48 marca a estreia de uma nova dupla familiar: na Baja do ACP/Santiago-Grândola, José Faria vai ter a seu lado a filha, Crisália Faria, no lugar do credenciado navegador José Janela.

O facto não é novo no mundo do todo-o-terreno: hoje em dia, o portalegrense César Sequeira, campeão da categoria T8 e bicampeão de T2, continua a fazer dupla com uma das filhas: Tânia Sequeira sucedeu à irmã Filipa no banco do lado direito do Mino Cooper D Proto.

Exemplo semelhante foi dado, durante vários anos, por Carlos Oliveira: o piloto leiriense da Vangest que dividiu o habitáculo de forma alternada com as filhas gémeas Ana e Rita.

Desta vez, é José Faria, campeão nacional de Ralis/Iniciados há 25 anos, a formar uma dupla familiar.

O piloto de Esposende, motivado pelo regresso à competição ao volante do Ford Proto com as cores da Espoauto, preparado pela PRK Motosrport, e muito em particular pela estreia, em Beja, no todo-o-terreno, na Baja TT Vindimas do Alentejo, vai encetar, na prova do ACP, um novo capítulo da carreira.

A jovem Crisália Faria encara a estreia absoluta em competição com grande vontade, pois «até ao momento, foi sempre o pai a mandar ou a ditar as leis, como se costuma dizer, mas a partir de agora serei eu. O meu pai vai ter que me ouvir, em todas as circunstâncias».

Para a advogada nortenha, que teve José Janela como professor, — «foi excelente nos ensinamentos que me transmitiu», o papel de navegadora «proporciona uma sensação desafiante, há muita adrenalina curva a curva».

Para o pai José Faria, «a Crisália possui caraterísticas e competências para ter um futuro promissor como navegadora, o que me deixa feliz e confiante», sublinhou o piloto que confessou:

«Afinal, no plano competitivo, estou menos enferrujado do que imaginava. Tenho potencial para conseguir bons resultados, mas não ainda esta época, que será de aprendizagem».

A Baja ACP/Santiago-Grândola tem início no sábado, com um prólogo matinal, seguido de dois setores cronometrados. No domingo, corre-se o setor mais extenso. Ao todo, 242 km ao cronómetro.

Ver mais em:

https://www.bajattacp.pt/homepage.aspx?menuid=1