ERC, Bruno Magalhães: “Vitória histórica para mim e para Portugal…

Bruno Magalhães conseguiu uma brilhante e impar vitória no Rali da Acrópole, terceira prova do Campeonato da Europa de Ralis. O piloto português e o seu navegador, Hugo Magalhães conseguiram fugir às armadilhas de uma das provas mais exigentes e mediáticas e alcançaram um feito notável para o automobilismo português. Foi a primeira vitória da época e a primeira vitória portuguesa à geral na Grécia, juntando desta forma o seu nome a pilotos como Jari-Matti Latvala, Sébastien Loeb, Sébastien Ogier, Mikko Hirvonen, Marcus Grönholm, Petter Solberg, Colin McRae, Richard Burns, Carlos Sainz, Miki Biasion, Didier Auriol, Juha Kankkunen, Markku Alén, Timo Salonen, Walter Röhrl, Michèle Mouton, Ari Vatanen, entre outros.

Os três dias de rali e as traiçoeiras classificativas colocaram os pilotos à prova com Bruno Magalhães a sair ileso, troço após troço, tendo adoptado a melhor estratégia num rali em que o mínimo erro pode ser fatal. Depois de ontem ter terminado o dia confortavelmente na frente, as quatro classificativas de hoje foram feitas com ansiedade e cautelas redobradas para terminar a prova com 29,1 segundos e vantagem para o segundo classificado.

“É um sonho tornado realidade. Uma felicidade enorme por termos conseguido este magnífico resultado numa prova como esta que está no imaginário de todos. Superámos o segundo lugar conseguido o ano passado, diminuímos significativamente a diferença para o líder do Campeonato e estamos na luta pelo título. Era impossível correr melhor. Foi uma verdadeira loucura e o dia de hoje foi muito difícil: tínhamos muita pressão, sabíamos que não podíamos errar. Acho que é uma vitória histórica para mim mas também para Portugal e dedico-a a toda a equipa que sempre deu o seu melhor para garantir que o carro aguentava a dureza das classificativas, à minha família que me apoia incondicionalmente mas sobretudo, aos patrocinadores, que continuam a apostar e a acreditar na minha carreira”, explicou o vice-campeão europeu.

Regressados às vitórias a dupla do Skoda Fabia R5 da ARC Sport esperam agora poder dar continuidade ao projeto e lutar pelo título que lhes escapou em 2017: “Precisávamos muito deste resultado, mostrámos o nosso valor e as nossas qualidades. Agora, queremos seguir em frente e discutir as vitórias prova a prova”, concluiu Bruno Magalhães confiante no futuro no Europeu de Ralis.