Anúncio dos motores de 2021 da Fórmula 1 não vai agradar a todos

Está iminente a divulgação por parte da Liberty Media das novas regras de motores para 2021. A data prevista é 31 de outubro, mas pelos vistos ainda há arestas a limar e no paddock ninguém sabe que regulamentos vão ser escolhidos: “Normalmente sabe-se bem depressa, há sempre alguém que manda cá para fora, mas desta vez é diferente. Sabemos algumas coisas, mas não muito” disse Bob Fernley, Chefe da equipa Force India.

Para já o que se sabe é que os motores de 2021 vão ser novamente baseados num V6 de 1.6 litros que deverá incluir MGU-K (a unidade motriz atual, além do motor de seis cilindros em V, sobrealimentado por turbo compressor, de 1,6 litros, tem ainda acoplado um duplo sistema de recuperação de energia: um de recuperação da energia cinética (ERS-K) – como já existia antes de 2014, mas que vulgarmente era chamado de KERS – e outro de recuperação da energia térmica dos gases de escape (ERS-H) – , tudo conseguido através de dois motores geradores elétricos (MGU-H e MGU-K).

O que não se tem certeza é se o sistema incluirá a MGU-H e se o turbo será único ou duplo (twin turbo). Toto Wolff dá umas luzes, mas puxa a brasa à sua sardinha: “Se omitirmos a MGU-H, perdemos 60 por cento da energia elétrica. Como a vamos recuperar?” Já a Red Bull, argumenta que retirar a complexa MGU-H significa a possível entrada na F1 de construtores independentes como a Ilmor e a Cosworth: “Com a MGU-H, não teremos empresas mais pequenas como essas e nós queremos que elas cá estejam” disse Helmut Marko.

Pelo que se percebe, oque quer que seja apresentado será controverso, até porque a Liberty MEdia não precisa da aprovação das equipas, porque o acordo da Concórdia expira precisamente em 2020. Mas se a decisão, como parece, for contra os desejos da Mercedes, as palavras de Niki Lauda não deixam dúvidas: “Eles decidiram vão-nos dizer, nós ouviremos, e depois decidimos se é bom para nós ou não”. Como se percebe, é uma ameaça velada…

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.