Novo SEAT Leon Cupra entra no clube dos 300 Cv

Bernardo Gonzalez
Bernardo Gonzalez
Jornalista e Piloto

A sigla mais radical da SEAT atinge finalmente o patamar dos 300 CV na nova encarnação do Leon.

No universo da marca espanhola, Cupra é sinónimo de performance, precisão e tecnologia, representando o expoente máximo do espírito desportivo, condimentado com adrenalina e muito salero.

Tendo nascido em 2014 com 280 CV, a quarta geração do Cupra viu o seu rendimento crescer 10 CV na versão 2016 e recebe agora mais 10 para atingir a barreira psicológica dos . Este sucessivo crescimento representou ganhos de décimos de segundo nas prestações deste modelo, que passa também a ter mais 30 N.m de binário numa faixa bastante alargada – das 1800 às 5500 rpm –, o que vem beneficiar a resposta a baixo e médio regime.

Podíamos continuar a falar de números traduzidos em performance, mas não só dessas grandezas que vive a alma Cupra. Vive também de sensações. E a primeira é que, com essas pequenas mas contínuas evoluções, o motor 2.0 TSI ficou ainda mais linear e agradável de usar, sobretudo em condução descontraída, onde a mínima pressão extra no acelerador tem resultados imediatos. A resposta poderosa está bem patente mesmo nas rotações mais elevadas, onde o quatro cilindros turbo se precipita “levianamente” para a zona vermelha, mesmo em 6ª velocidade.

Os modos de condução Comfort, Sport, Cupra e Individual – este último configurável – alteram os parâmetros do acelerador, suspensão, climatização, caixa (se DSG), direção e autoblocante eletrónico para melhor adaptação ao perfil da estrada e à disposição do condutor, sendo que é no modo Cupra que tudo se apresenta na propensão mais desportiva. O Cupra continua a ser servido por uma caixa de seis relações manual, com opção de caixa de dupla embraiagem DSG – também de seis relações –, a única que estará disponível no nosso mercado.

As restantes sensações são transmitidas pelo chassis, firme sem ser incómodo, preciso sem ser demasiado exigente e assanhado sem ser ríspido. Ou seja, é assanhado na aderência em curva, mas sem reações nervosas no limite, o que fazem do Cupra um desportivo acessível no limite, mesmo em mãos menos experientes. A ação do diferencial autoblocante (hidráulico, de controlo eletrónico) garante apurada incisividade em curva e máxima motricidade quando esmagamos o acelerador à saída de curvas lentas e médias.

A travagem, servida por maxilas vermelhas com a sigla Cupra, é potente no ataque e oferece confiança durante longos quilómetros de condução empenhada, sem sinais de fadiga. Para os entusiastas da condução em pista, o Pack Performance oferece discos perfurados e maxilas Brembo mais potentes, combinadas com jantes multiraios (de 19”) revestidas de pneus Michelin Pilot Super Sport – inclui ainda aplicações de longarina. Infelizmente, e apesar dos ganhos na estética e no desempenho, este equipamento opcional não estará disponível no mercado português…

Agora com tração integral

Além do aumento de potência de motor, outra grande novidade do Cupra 2017 é a opção de tração integral 4Drive. Trata-se do tradicional sistema Haldex, que transmite potência às rodas traseiras quando as dianteiras acusam falhas de aderência. Ideal para estradas de montanha e climas mais invernosos, é o garante de segurança e estabilidade, razão pela qual equipa somente a carroçaria ST (carrinha) e sempre combinado com caixa DSG.

As restantes inovações do novo Cupra são de ordem estética e tecnológica. As primeiras incluem os novos para-choques, grelha dianteira e óticas full LED já apresentadas na renovação da gama para este ano. O conteúdo tecnológico foi reforçado pelo novo sistema de infotainment, que além de ecrã touch de 8 polegadas, possui novos menus de navegação e SEAT Full Link e SEAT ConnectApp, compatíveis com as funções de Apple CarPlay e Android Auto.

Por outro lado, a melhoria das câmaras e radares permite maior eficácia dos sistemas de proteção de peões, de reconhecimento de sinais e de assistência de emergência. Além disso, o travão de estacionamento passa a ser elétrico, pode ter acesso keyless, o carregador de smartphones sem fios é de série e a iluminação interior é em LED, com oito cores por escolher.

O Cupra joga num campeonato elitista, onde enfrenta respeitosos rivais como o Honda Civic Type-R, Peugeot 308 GTI e VW Golf GTI. Com preços balizados entre os €45 000 e os €48 800, o modelo catalão é dos mais caros, embora compensando isso com uma relação performance/conforto/equipamento difícil de bater.

 

Ficha Técnica

SEAT Leon 5P Cupra DSG

Motor 4 cilindros turbo, 1984 cm3

Potência 300 CV/5500-6200 rpm

Binário 380 N.m/1800-5500 rpm

Transmissão Dianteira, caixa DSG 6 vel.

Velocidade máxima 250 km/h (limitada)

Aceleração 0 a 100 km/h 5,7 seg.

Consumo médio 6,8 l/100 km

Emissões de CO2 156 g/km

 

Preços da gama

SEAT Leon SC Cupra DSG €45 078

SEAT Leon 5P Cupra DSG €45 629

SEAT Leon ST Cupra DSG €46 779

SEAT Leon ST Cupra DSG 4Drive €48 779

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.