A apresentação internacional do novo BMW X2 teve lugar em Portugal, com Lisboa como quartel-general central e as estradas da Região Oeste como pano de fundo. O novo SUV da marca alemã, com uma identidade mais desportivo e individualista, chega a Portugal em março. Carregue aqui para conhecer os preços e outros detalhes sobre versões e equipamentos. Entretanto, continuamos aqui a explicar como se comporta a técnica do novo modelo.

O BMW X2 vai ter vários motores à venda em Portugal. A versão de entrada vai ser o sDrive18i com motor 1.5 turbo a gasolina de 140 cv, e consumos médios em redor dos 6 litros, tanto com caixa manual como de dupla embraiagem. Seguem-se o sDrive18d e xDrive18d, com motor Diesel de 150 cv, com consumos médios anunciados entre os 4,5 e 4,8 litros. Estas versões poderão ser as preferidas do público.

Mas aqui tivemos a oportunidade de experimentar a versão mais potente, a xDrive20d, com 190 cv de potência. Esta tem exclusivamente tração integral e caixa automática Steptronic de oito velocidades, com os 400 Nm de binário a garantirem boas recuperações desde baixas rotações tanto em estrada como em cidade, graças também à eficaz caixa automática, conhecida por ser bem rápida a trocar de mudanças.

Oito centímetros mais baixo que o X1, o X2 já tem um baixo centro de gravidade, mas o prazer de conduzir esta versão de topo também beneficia do sistema de tração integral, oferecendo maior confiança a acelerar à saída das curvas. Com o equipamento M Sport, o BMW X2 está equipado de série com a suspensão desportiva que reduz a altura ao solo em 10 mm em relação à versão de base, e o controlo dinâmico de amortecedores, que permite escolher entre modo Comfort e Sport, apela ao nosso gosto pela condução para manter o sistema sempre no modo mais desportivo.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.