Hyundai Kauai N pode estar a caminho

Pedro Junceiro
Pedro Junceiro
Editor Conteúdos

A Hyundai poderá estar a dar os primeiros passos no desenvolvimento de uma versão desportiva do seu novo SUV, o Kauai (vendido nos outros mercados como Kona), ao abrigo da gama ‘N’, que conta por enquanto com dois integrantes, o i30 N e o Veloster N (ainda não comercializado na Europa).

A expansão da gama desportiva de sigla ‘N’ é um dos objetivos da marca para ganhar maior expressão na Europa e tornar-se uma companhia de renome entre os tradicionais fabricantes de desportivos que têm um espaço importante no Velho Continente em termos de posicionamento. Consciente dessa noção, Albert Biermann, responsável de desenvolvimento com o pelouro da dinâmica que a Hyundai foi recrutar à BMW, está a orientar esforços para que outros modelos ‘N’ possam surgir dentro em breve. Sobretudo, atendendo até às críticas muito positivas que o i30 N recebeu por parte da imprensa especializada.

De acordo com o site britânico Auto Express, Biermann terá já dado ‘luz verde’ para a fase de desenvolvimento, com um dos Kauai/Kona a receber alterações significativas ao nível da direção, suspensão e sistema de travagem, além de uma nova unidade motriz, mais potente. Essa deverá ser a mesma que é utilizada no i30 N, embora com uma potência vagamente inferior aos 275 CV do compacto de cinco portas.

O novo Hyundai i30 N tem recebido bastantes elogios, até mesmo no Motor24, posicionando-se como um compacto desportivo de méritos surpreendentes. E soa como poucos…

“Disse-lhes [aos engenheiros] para construírem o carro e depois veremos o que é que vai acontecer com a sua aprovação. Tem o motor do i30 N, na verdade. Claro que podemos dar ao Kona diferentes especificações na suspensão e direção, embora existam alguns componentes comuns que podemos usar nessa área também, porque será um tração dianteira, como o i30 N”, é citado Albert Biermann naquela publicação.

Caso seja aprovado para produção em série, o Kauai N poderá chegar aos mercados em 2019, com um estilo mais arrojado e as já referidas melhorias mecânicas em termos de potência e de dinâmica, notando-se também, por exemplo, as jantes de maiores dimensões.

Mas, além dos modelos puramente ‘N’, Biermann está ainda empenhado na disseminação do sentimento ‘N’ de forma mais leve, por intermédio de uma linha ‘N’, ou seja, uma forma menos extrema de ter um desportivo: “Vamos introduzir a Linha i30 N no mercado ainda este ano. Reposicionámos bastante dele [do i30 N] no carro convencional – a direção, as mudanças, as molas e amortecedores. Deverá ser um modelo interessante na gama e ajudará a construir a gama N”, acrescentou.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.