Hyundai Veloster: O regresso de um formato peculiar

Pedro Junceiro
Pedro Junceiro
Editor Conteúdos

Reeditando um conceito recente, a Hyundai apresentou em Detroit a nova geração do Veloster, modelo que recupera o peculiar formato de coupé de três portas, mas que lhe junta o agora já bem conhecido visual dinâmico da Hyundai e mais tecnologia a bordo.

Ou seja, na prática, o Veloster mantém a configuração de duas portas no lado direito e uma do lado esquerdo, aumentando assim a segurança na tomada ou largada de passageiros, numa característica que transita do Veloster de primeira geração. A marca garante ainda que permite melhor acesso ao banco traseiro para os passageiros.

Em termos de propulsores, este novo Veloster passa a contar com duas motorizações a gasolina, com a base a ter como escolha o bloco de 2.0 litros de quatro cilindros capaz de debitar 147 CV, ao passo que o modelo mais potente recorre a um motor 1.6 turbo de quatro cilindros com 201 CV.

Em ambos os casos, os motores podem ser associados a caixa manual ou automática, sendo que a do 1.6 Turbo é de sete relações e de dupla embraiagem (DCT) com patilhas atrás do volante, ao contrário do modelo de base, que é de seis velocidades. O Veloster Turbo beneficia ainda de algumas afinações específicas para comportamento mais dinâmico como a direção com ajuste específico, barra estabilizadora dianteira de 24 mm e suspensão traseira multilink com barra estabilizadora de 19 mm.

De série em qualquer um dos modelos é o sistema de vetorização do binário, que ajuda o Veloster a curvar de forma mais composta com a travagem ligeira da roda interior. Comuns aos dois modelos são também os modos de condução, oferecendo três para o condutor – Normal, Sport e Smart.

No capítulo da segurança, conta com seis airbags, head-up display, travões de disco nas quatro rodas, controlo de estabilidade otimizado e um pacote completo de sistemas tecnológicos, como o Assistente de Colisão Dianteiro (FCA), que usa uma câmara dianteira para detetar um impacto iminente, podendo travar autonomamente. Outros sistemas com recurso à mesma câmara são o Lane Keeping Assist (LKA), High Beam Assist (HBA) para as luzes LED e Driver Attention Warning (DAW). O detetor de veículos no ângulo morto também está presente, bem como a câmara traseira.

Igualmente importante, a vertente da conectividade tira partido de um sistema capaz de associar Android Auto e Apple CarPlay, recorrendo a um ecrã tátil de 7″ ou de 8″ no caso do sistema mais elaborado tecnologicamente. Este último conta com sistem Blue Link de nova geração (aplicações remotas do veículo) e sistema áudio Premium da Infinity com oito altifalantes e um subwoofer.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.