Lexus LF-1 Limitless: SUV futurista que não quer limites

Pedro Junceiro
Pedro Junceiro
Editor Conteúdos

Sem limites: assim quer a Lexus que os admiradores contemplem o concept LF-1 Limitless, visão conceptual que surge no Salão de Genebra em destaque no espaço da marca Premium nipónica, misturando visual vanguardista com detalhes tradicionais que apontam para o futuro caminho a seguir pela Lexus para o seu futuro SUV de segmento de topo.

A marca afirma que é o concept Lexus LF-1 Limitless tem o potencial para moldar o futuro de um crossover de luxo, surgindo aqui em Genebra com o intuito de mostrar de forma clara o caminho de estilo que a Lexus pretende seguir para os seus modelos. Estreado no Salão de Detroit, em janeiro, o LF-1 Limitless tem asseguradas “possibilidades de motorizações ilimitadas”, podendo ser movido por pilha de combustível ou ter propulsão híbrida, híbrida de recarga externa, gasolina ou mesmo ser 100% elétrico.

Sobre a estratégia da Lexus, registe-se que, por volta de 2025, todos os modelos da marca a nível global terão um modelo dedicadamente eletrificado ou estarão disponíveis com uma versão eletrificada.
O concept LF-1 foi criado no CALTY Design Research, na Califórnia, com uma linguagem de design a ter origem num conceito de design simples denominado “molten katana”. A descrição da marca aponta que o conceito de design “funde as formas orgânicas do metal líquido com as arestas afiadas de uma espada japonesa tradicional”.

Em combinação com um habitáculo que foi montado num plano rebaixado dentro do chassis deste veículo de tração traseira e jantes imponentes de 22 polegadas, o LF-1 Limitless sobressai ainda pela baixa linha do tejadilho e pela elevação da altura do piso do veículo. Evoluindo o tradicional estilo da Lexus, a grelha revela um design tridimensional com cores desenvolvidas dentro do próprio estúdio CALTY. Não há cromados já que o LF-1 usa tecnologia de iluminação LED ao redor da grelha que saúda o condutor ou passageiro à sua chegada.

“Esta é a nossa visão de um novo tipo de veículo de topo de gama que consegue ter atributos de crossover sem abdicar das prestações e do luxo que são oferecidos pelos sedans de hoje”, explica Kevin Hunter, presidente da CALTY Design Research Inc. “O conceito LF-1 Limitless incorpora tecnologia imaginativa ao criar uma forte ligação emocional ao melhorar a experiência humana para o condutor e passageiros”.

Aerodinâmica trabalhada

Um dos segredos do LF-1 Limitless é a sua elaborada conceção aerodinâmica, com linhas fluidas desde a dianteira à traseira, culminando neste ponto com o trabalho cuidado na definição dos farolins, esculpidos de forma a canalizar o fluxo de ar providenciado a partir da secção dianteira.
No habitáculo, este protótipo respeita a tradição japonesa de omotenashi, ou hospitalidade, com cockpit projetado para permitir que o condutor se concentre na tarefa que tem em mãos, tendo por isso sido removidos os seletores e botões analógicos que pudessem causar distracção, tendo sido substituídos por comandos gestuais e um ecrã minimalista diretamente à sua frente. Quem se senta atrás tem bancos iguais aos da frente, com um generoso espaço para pernas e monitores individuais para ajuste da climatização e para gerir as opções de entretenimento.
Quanto à tecnologia, destaque para o modo de condução autónoma a que a marca dá o nome de modo Chauffeur, que permite a operação em modo mãos-livres graças aos sistemas elétricos de direção, travagem, aceleração e luzes. Para uma condução mais envolvente, todos os comandos da motorização e modos de exibição encontram-se no volante para manter a atenção do condutor focada na estrada.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.