Renovado Mazda6 entra no “caminho para os Premium”

Pedro Junceiro
Pedro Junceiro
Editor Conteúdos

A Mazda aproveitou a sua presença no Salão de Los Angeles para dar a conhecer ao mundo o seu novo Mazda6, berlina de topo que tem como missão combater modelos de grande importância nos Estados Unidos da América (EUA), como o Honda Accord, Nissan Altima ou Toyota Camry, apenas para mencionar os seus rivais asiáticos (sem contar com os tradicionais alemães).

A missão deste modelo é clara, com a marca a querer posicioná-lo nitidamente como uma opção inscrita no seio do universoPremium, conforme refere no seu comunicado de apresentação da nova berlina – para já apenas com os detalhes da versão americana (embora as imagens tenham sido captadas em Berlim…).

Contudo, para tornar este Mazda6 mais apelativo, a companhia de Hiroxima levou a cabo uma revisão mais profunda que não abarcou apenas o lado estético, mas que visou também alterar alguns dos aspetos do interior e a técnica, havendo melhorias a apontar em praticamente todos os campos.

Começando pelas mudanças visuais, o novo Mazda aplica um estilo mais moderno, com a dianteira a ficar marcada pela grelha de grandes dimensões unida aos faróis por molduras cromadas. De certa forma, recebe inspiração em modelos como o CX-5 de nova geração ou CX-9. A traseira também conta com mudanças, mas no geral o novo Mazda6 adota uma enorme subtileza nas suas alterações, destacando-se ainda o surgimento de jantes de 17 e de 19 polegadas com novos desenhos. Aplicada no modelo de apresentação, a cor Soul Red Crystal estende-se a mais uma gama da marca nipónica depois de já figurar no MX-5 e no CX-5.

Por dentro, a Mazda trabalhou no desenvolvimento de um ambiente altamente requintado, com recurso a couro Nappa acastanhada (inspirada na cor dos antigos templos japoneses) e a madeira, podendo contar com bancos com ventilação e aquecimento, tendo também eles sido redesenhados para uma melhor ergonomia dos ocupantes. Os revestimentos do tablier e consola central também foram melhorados, havendo agora igualmente um ecrã de 8.0 polegadas para o sistema de infoentretenimento e um novo ecrã central TFT de 7.0″ para a instrumentação. A par de tudo isto, as novidades tecnológicas compreendem ainda um novo sistema head-up display, sistema de visão 360º e cruise control adaptativo com função Stop & Go.

No chassis, a Mazda trabalhou para oferecer um maior equilíbrio entre conforto e agilidade, procurando igualmente reforçar as condições de isolamento de ruídos e vibrações. Grande novidade, porém, é o motor a gasolina Skyctiv-G Turbo de 250 CV com respostas melhoradas em virtude da tecnologia Dynamic Pressure Turbo, que acelera a passagem dos gases de escape por um pequeno orifício para gerar uma ativação mais rápida e intensa do turbo a baixas rotações antes de abrir uma passagem maior secundária para utilização da potência na faixa ideal do motor. De acordo com a Mazda, este motor produz o mesmo binário que um V8 de 4.0 litros, mas mais eficiente. Esse motor surge também em versão atmosférica, a qual terá como ‘associado’ um sistema de caixa manual de seis velocidades, ao passo que a unidade turbo está acoplada a uma caixa automática com igual número de relações. A direção terá resposta melhorada, para uma condução mais dinâmica.

Por enquanto, as novidades dizem apenas respeito ao Mazda6 destinado ao mercado americano, mas a versão europeia deverá surgir no Velho Continente ao longo do primeiro semestre, com tradicionais variantes a gasolina e Diesel, com destaque para o motor 2.2 Skyactiv-D.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.