Novo Karoq promete levar a Skoda para um novo patamar

Pedro Junceiro
Pedro Junceiro
Editor Conteúdos

Muito aguardado pela Skoda, o novo Karoq é encarado como uma aposta segura num segmento em que os competidores acotovelam-se pelo seu espaço ao Sol. Com efeito, não há nenhuma marca generalista que não conte com um SUV médio e agora também a Skoda tem o seu. A confiança é muita por parte da marca checa e os argumentos são racionais: é proposto com dois níveis de equipamento (Ambition e Style) a partir dos 25.672€ (gasolina) e dos 30.564€ (Diesel).

O primeiro contacto do Motor24 com o Skoda Karoq já tinha resultado em impressão muito positiva: um SUV médio com pose dinâmica muito segura, equipamento bem medido e muita qualidade que o tornam numa proposta a ter em conta no povoado segmento dos SUV. Faltava-nos conhecer os preços e níveis de equipamento completos para este novo modelo que vem tomar o lugar do ambíguo Yeti (metade SUV, metade MPV), sabendo-se agora que a versão de acesso com motor a gasolina tem custo ligeiramente acima dos 25 mil euros.

As suas credenciais são variadas, desde logo pela boa capacidade de insonorização e pelo equilíbrio eficaz entre conforto e dinamismo, mesmo que não esconda alguma tendência para adornar em curvas mais fechadas. Mas o propósito do Karoq é mesmo o de oferecer um bom compromisso e, na apresentação nacional, voltámos a comprovar essa tendência.

1. Compartimento de arrumação nas portas dianteiras com espaço para garrafas de 1,5 litros;
2. Espaço para arrumação do lado do condutor sob o lado esquerdo do volante;
3. Arrumação no tablier;
4. Arrumação para smartphones à frente da alavanca da caixa (carregamento por indução Phone box como opção);
5. Arrumação ‘Jumbo’ na consola central;
6. Porta-luvas;
7. Arrumação para óculos;
8. Local para guardar bilhetes de estacionamento;
9. Arrumação para chapéus de chuva debaixo do banco dianteiro do passageiro.

No lançamento, o modelo checo conta com três mecânicas, uma a gasolina (1.0 TSI) e duas Diesel (1.6 TDI e 2.0 TDI), com potências compreendidas entre os 116 CV e os 150 CV. Todas as motorizações são unidades com injeção direta, turbocompressor e sistema start-stop com recuperação de energia na travagem, cumprindo as normas Euro 6 em termos de emissões poluentes. De igual forma, todas as motorizações podem ser acopladas a caixa manual de 6 velocidades ou à DSG de 7 velocidades.

No que diz respeito à unidade a gasolina, o 1.0 TSI de 116 CV e 200 Nm de binário máximo, cumpre a aceleração dos zero aos 100 km/h em 10,6 segundos, com uma velocidade de ponta de 187 km/h. O seu consumo combinado é de 5,3 l/100 km para emissões de 119 g/km de CO2. Suavidade e refinamento de funcionamento são dois predicados importantes desta motorização a gasolina, movendo com eficácia o Karoq sem necessidade de recurso continuado à caixa de seis velocidades. Uma proposta que a Skoda crê possa vir a representar um número cada vez mais crescente de encomendas. Ainda assim, é de assumir que será o motor TDI de menor cilindrada o modelo mais procurado em Portugal.

Assim, quanto aos Diesel, o 1.6 TDI foi revisto, com os seus 116 CV e 250 Nm de binário, cumprindo a aceleração dos zero aos 100 km/h em 10,7 segundos e seguindo a sua marcha até aos 188 km/h, números muito semelhantes aos do motor a gasolina. Leva a melhor nos consumos anunciados, com 4,6 l/100 km de média e 120 g/km de CO2 no que diz respeito a emissões. A sua eficácia nas respostas é bem conhecida, com progressão na entrega da potência e muita energia acima das 1700 rpm.

No topo da cadeia está o 2.0 TDI de 150 CV com tração integral, dispondo de um binário de 340 Nm e aceleração dos zero aos 100 km/h em 8,7 segundos para uma velocidade máxima de 196 km/h. O consumo combinado é de 5,0 l/100 km e as emissões combinadas de CO2 de 131 g/km.

Espaçoso e funcional

Embora partilhe a sua plataforma com modelos como o SEAT Ateca, o Karoq procura demarcar-se ao nível do espaço interior, valendo-se dos seus 4382 m de comprimento, 1841 m de largura, 1603 m de altura e distância entre eixos de 2638 m (2630 m na versão com tração às quatro rodas). Na bagageira, a capacidade varia entre os 521 litros com os bancos traseiros em posição normal e os 1630 litros com os bancos traseiros rebatidos. Em combinação com o banco traseiro opcional VarioFlex, a volumetria base da bagageira é variável, entre 479 e 588 litros. Com o sistema VarioFlex, os bancos traseiros podem ser completamente removidos – e o SUV torna-se uma van, com uma capacidade de carga máxima de 1810 litros.

No que diz respeito ao equipamento, uma das grandes novidades do Karoq será a possibilidade de optar por um painel de instrumentos digital, numa tecnologia semelhante à de outros modelos do Grupo Volkswagen. No Karoq, existem quatro configurações diferentes que podem ser alterados conforme desejado: “Classic”, “Modern”, “Extended” e “Basic”. Informações sobre o sistema de áudio, telefone, sistemas de assistência (Lane Assist, Front Assist, etc.) e o estado do veículo também podem ser configurados para serem visualizados à direita, à esquerda ou na zona central.

De série, conta com jantes de 17 polegadas nos dois níveis de equipamento, estando disponíveis com três desenhos diferentes. As jantes de liga leve de 18 e 19 polegadas são opcionais. Já no campo da conectividade, a Skoda propõe soluções com base na segunda geração dos sistemas de infoentretenimento modular do grupo Volkswagen, oferecendo funcionalidades de última geração, interfaces e equipamentos com displays de toque capacitivo (com sensor de aproximação). O sistema de topo Columbus e o sistema Amundsen têm um hotspot wi-fi. A ligação à Internet baseia-se no padrão de rádio móvel mais rápido de hoje, com o qual os passageiros podem navegar e aceder ao e-mail com os seus smartphones e tablets.

Nota, ainda, para a oferta de uma gama completa de sistemas de assistência à condução, como o assistente de estacionamento (Parking Assistant), assistente de manutenção na faixa (Lane Assist) e assistente de engarrafaentos (Traffic Jam). Os sistemas Blind Spot Detect, Front Assist com proteção ampliada para peões e o Assistente de Emergência (Emergency Assistant), permitem aumentar a segurança.

O novo Karoq é Classe 1 nas portagens em todos os casos.


Ainda em 2018…

A Skoda começa a comercialização do Karoq em solo nacional com as três motorizações supramencionadas, mas no horizonte estão já outras novidades, como são os casos dos motores 1.5 TSI a gasolina de 150 CV com tecnologia de desativação de cilindros para maior eficiência de combustível e nas emissões. De igual forma, está prevista a chegada de uma versão do motor 2.0 TDI de 150 CV com tração dianteira (4×2). Ambas as variantes deverão chegar ao longo do terceiro trimestre deste ano.

VERSÕES AMBITION STYLE
1.0 TSI 116 CV 25.672€ 28.992€
1.0 TSI DSG 116 CV 27.771€ 31.092€
1.6 TDI 116 CV 30.564€ 33.886€
1.6 TDI DSG 116 CV 32.660€ 35.986€
2.0 TDI 4×4 150 CV 39.284€
2.0 TDI 4×4 DSG 150 CV 42.901€

 

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.