Quando se viaja de avião, é quase sempre obrigatório usar um meio de transporte para embarcar na aeronave. Ora é preciso entrar num autocarro para ir ter com o avião, estacionado à beira da pista, ou então temos que passar pela manga para entrar diretamente… mas, esperem. A manga não é um meio de transporte. Ou será que é? Afinal, também tem rodas, motores e pode mover-se noutra direção.

Há quem reclame que o autocarro demora muito tempo, mas a manga de aviação faz o embarque mais lento, pois pode usar apenas uma das portas de acesso à cabine, tornando esta manobra mais demorada, especialmente em aviões de maiores dimensões. São raros os aeroportos que permitem fazer embarques através das duas portas.

As mangas de avião também necessitam de ser bem conduzidas. É preciso ficarem bem alinhadas com as portas, pois todos os aviões têm dimensões diferentes, bem como localizações da porta em posições distintas. Alguns equipamentos mais antigos são bem mais pesados e difíceis de manobrar, forçando os motores elétricos a trabalharem no máximo. É também através das mangas que são acoplados a ventilação e ligações elétricas de que o avião necessita quando está em terra. Por isso, esta manobra pode demorar muitos minutos.

Há quem tenha uma noção mais romântica das viagens de avião. A manga pode parecer cómoda, mas através do autocarro uma pessoa pode subir a escadaria em direção ao que promete ser uma entrada num novo mundo. Não só o avião em si, mas também o local onde a aeronave leva os seus passageiros, ansiosos por ver novas vistas. Com a manga, é apenas um tubo que o leva de um caixote (o terminal) para outro caixote (a cabine).

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.