A Airbus não gosta de estar em segundo plano no setor dos aviões de passageiros. Depois da rival Boeing ter conseguido criar uma aeronave capaz de voar da Austrália ao Reino Unido sem paragens, a Airbus está a fazer modificações ao seu A350 para ser capaz de passar 20 horas no ar, batendo assim as 17 horas do 787-9 da Boeing.

A nova variante do A350-900 já fez o seu voo inaugural, pelo que a primeira aeronave está pronta para ser entregue ao primeiro cliente, a Singapore Airlines. Os motores Rolls-Royce Trent XWB são idênticos, mas os depósitos de combustível foram modificados para poderem carregar mais 24 mil litros sem ocuparem mais espaço no avião. A aerodinâmica fica mais eficiente com aletas mais longas.

A Airbus promete que o A350-900 vai ser capaz de viajar um máximo de 9700 milhas (17.975 km), batendo as 7635 milhas (14.140 km) do avião rival da Boeing por uma margem confortável. Em voo, o A350-900 modificado da Singapore Airlines vai poder transportar um peso máximo de 280 toneladas entre Singapura e Nova York, sem paragens.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.