Quem quer dar uns passeios no mar, qual é o melhor tipo de barco para uma pessoa se divertir? Alguma coisa rápida e ágil? Ou é melhor alguma coisa para navegar confortavelmente? Para a Kormaran, não é preciso escolher, pois o seu modelo K7 é um “transformer” marinho, que assume formas diferentes, com quatro modos distintos de utilização.

O Kormaran K7 pode ser em modo de pilotagem, com o monocasco fechado e o cockpit sempre aberto. O modo flutuante é o resultado de converter o modelo de um monocasco para um catamarã ou um trimarã. Depois disso, pode-se experimentar o modo voador, em que dois hidroflutuadores descem sob o casco, gerando apoio que faz com que a embarcação se erga sobre a superfície do mar. Quando é altura de relaxar, pode-se optar pelo modo banhista, com uma plataforma para banhos de sol.

Com dimensões variável, conforme o modo de utilização, o “transformer” do mar tem sempre 7,1 metros de comprimento. A sua largura oscila entre 1,7 metros em modo de pilotagem e 3,5 metros como trimarã. Com os hidroflutuadores, em movimento, o Kormoran K7 fica com dois metros de altura. Para mover o peso total de uma tonelada e meia, pode escolher motores com potência individuais de 155 a 300 cv, para um total de 900 em modo hidroflutuador. Desta forma, pode atingir os 70 km/h. A sua autonomia máxima é de 200 km.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.