Carros e camiões da Volvo vão comunicar entre si

Pedro Junceiro
Pedro Junceiro
Editor Conteúdos

Dando um passo em frente no capítulo da conectividade automóvel, a Volvo Cars e a Volvo Trucks vão permitir que os automóveis e os camiões de ambas as divisões comuniquem entre si, de forma a partilhar dados e melhorar a segurança rodoviária.

Esta partilha, que será feita em tempo real, tem como base um sistema alojado na cloud que permitirá uma comunicação entre veículos avisando os respetivos condutores dos potenciais perigos localizados nas suas proximidades. Esta será a primeira vez que a Volvo Cars irá partilhar dados de segurança com outra empresa, neste caso a Volvo Trucks, que é uma divisão independente, sendo o primeiro passo com vista à criação de uma comunidade de veículos conectados.

Já a partir deste ano, esta partilha de dados anónimos será realizada na Suécia e na Noruega, entre camiões Volvo equipados com os seus Sistema de Alerta de Perigo e automóveis Volvo equipados com o Sistema Hazard Light Alert.

a carregar vídeo

Para Malin Ekholm, vice-presidente da Volvo Cars Safety Centre, a “partilha de dados de segurança baseados nas nossas tecnologias irá evitar acidentes. Quanto mais veículos existam a partilhar estes dados, mais seguras se tornarão as nossas estradas. Estamos ansiosos por estabelecer novas parcerias que partilhem o nosso compromisso de segurança rodoviária. A segurança conectada irá permitir aos condutores Volvo evitar situações de perigo potencial”.

O sistema que as duas divisões Volvo vão lançar nesta parceria, o Hazard Light Alert, avisa antecipadamente os condutores sobre os veículos que, à sua frente ativaram as suas luzes de perigo. Desta forma o condutor recebe informação relevante para que possa, antecipadamente, adotar uma postura mais defensiva, abrandando a sua velocidade. Para já, o sistema aqui apresentado está já disponível na Suécia e na Noruega, desde 2016, equipando os novos modelos da Série 40 (S90, V90 e XC90), bem como o novo XC40.

Ao validar e agregar estes dados de forma anónima, a iniciativa estará de acordo com as diretrizes GDPR – General Data Protection Regulation, que a União Europeia tem vindo a levar a cabo este ano.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.