A Citroën apresentou o seu novo furgão compacto 100% elétrico, o ë-Jumpy, que dá continuidade à ofensiva de eletrificação que a marca francesa tem em curso com os novos C5 Aircross Hybrid e Ami de baixo custo. Este novo modelo elétrico introduz igualmente a nova assinatura ‘Inspired by Pro’ para os clientes profissionais.

Esta versão 100% elétrica do Jumpy oferece aos profissionais diversas soluções concretas para os desafios de mobilidade em meios urbanos, mas também em zonas fora das cidades graças a uma autonomia que permite assegurar a maioria das deslocações. O ë-Jumpy permitirá que todos os empresários desempenhem as suas atividades ao mesmo tempo em que participam na transição energética.

Com base na plataforma multienergias EMP2 do Grupo PSA, o ë-Jumpy surgirá com opção de duas baterias, uma de 50 kWh com autonomia para 230 quilómetros em ciclo combinado WLTP e outra de 75 kWh com autonomia para 330 quilómetros em ciclo WLTP. Por outro lado, terá um volume de carga útil idêntico ao das versões com motor térmico, assegurando assim que a sua funcionalidade não será diminuída.

Motor de 100 kW

Quanto ao motor, trata-se de uma unidade elétrica de 100 kW (136 CV) de potência e 260 Nm de binário, com uma velocidade máxima de 130 km/h e diferentes modos de condução: o condutor pode selecionar os modos Eco (que otimiza o consumo de energia ao reduzir o desempenho do aquecimento e do ar condicionado, limitando também o binário e a potência do motor), Normal (equilíbrio entre prestações e autonomia) e Power (que permite ao veículo com peso de carga máximo, um desempenho equivalente à do modo Normal com tara normal). Além disso, dispõe ainda de sistema de recuperação de energia durante as fases de travagem ou desaceleração do veículo.

A cadeia de tração elétrica e a bateria estão cobertas por uma garantia de oito anos ou 160.000 quilómetros.

Existem três possibilidades de carregamento. O carregamento doméstico necessita de um cabo modo 2 (utilização no domicílio, no local de trabalho ou num estacionamento), sendo compatível com uma tomada standard de 8A (cabo de série), tomada reforçada de 16A (estojo + tomada Green’Up em opção). O carregamento rápido, privado ou público necessita da instalação de um carregamento rápido Wallbox e de um cabo modo 3 (em opção), com o cabo de 32A e wallbox de 3.7 a 22 kW (zero a 100% em menos de 8h numa wallbox com pelos menos 7.4 kW). O carregamento super rápido no posto público modo 4 (cabo integrado no carregador) de até 100 kW permite carregar 80% da bateria de 50 kWh em 30 minutos e a de 75 kWh em 45 minutos.

A bateria de entrada estará disponível nas silhuetas XS, M e XL, enquanto a versão de bateria de 75 kWh estará disponível nas silhuetas M e XL. A nova versão XS tem um comprimento de 4,60 metros (com volume de carga de 5,1 m3), o que facilita o acesso aos centros urbanos, especialmente às zonas de baixas emissões. Além disso, a versão XS pode beneficiar ainda do sistema VisioPark câmara 180º, ajuda ao estacionamento dianteiro e traseiro e retrovisores rebatíveis para manobras mais fáceis. A maioria das versões do ë-Jumpy está limitada a 1,90 m de altura exterior de forma a garantir o acesso a todos os locais, como estacionamentos subterrâneos ou centros comerciais.

Com estas versões, a marca assegura a liberdade de acesso às zonas regulamentadas com limitações de emissões de CO2 nas grandes cidades.

O novo ë-Jumpy chegará aos concessionários no segundo semestre de 2020. Será acompanhado por versões 100% elétricas do Jumper, no final do ano, e do Berlingo Van no próximo ano. Assim, a partir de 2021, a totalidade da gama de comerciais Citroën contará com uma oferta elétrica em complemento de motores térmicos eficientes.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.