Quem tem um espírito ecologista mas não consiga ignorar o apelo de um automóvel desportivo ou de uma era onde a ecologia não existia, já existe solução. A Voitures Extravert é uma empresa especializada em tuning, baseada na Holanda, que é diferente de outras casas de tuning que existem pela Europa. Em vez de aumentar a potência de motores a gasolina, substituiu-os por motores elétricos.

A Voitures Extravert especializou-se em modificar exemplares clássicos do Porsche 911, oferecendo três modelos à escolha, o original dos anos 60, a versão RS (a primeira com “cauda de baleia”) dos anos 70, e a variante mais moderna dos anos 80, com carroçaria larga. Os amantes de clássicos vão ficar satisfeitos por saber que nenhum exemplar sobrevivente será usado para modificar estes carros. Os responsáveis da firma holandesa especializaram-se em encontrar e reciclar peças em bom estado de Porsche 911 abandonados, construindo novos carros a partir destas bases, estimando-se que existam 150 mil carros que podem ganhar uma vida nova nestas condições.

Ter um Porsche 911 elétrico não é barato. A Voitures Extravert faz o trabalho todo de localizar, restaurar e reconstruir o veículo, pelo que o preço de reserva é de 50 mil euros. A versão com a carroçaria original, a Quintessenza SE, custa 300 mil euros, e a Quintessenza RS sobe para 325 mil euros. A variante TE, como é baseada no mais recente modelo dos anos 80, fica apenas por 275 mil euros.